Caio Souza, ‘um doido que faz seis aparelhos’, se prepara para o Pan de ginástica no Rio de Janeiro


Solo, salto sobre a mesa, barra fixa, paralelas, cavalo com alças e argolas. A ginástica artística masculina conta com seis aparelhos que são avaliados de acordo com a dificuldade da série e a execução dos movimentos. Nos últimos anos, um generalista da seleção brasileira vem se destacando em torneios nacionais e internacionais. Mas o que é ser um ‘generalista’? “É um doido que faz todos os seis aparelhos”, responde brincando Caio Souza, campeão no individual geral nos Jogos Pan-americanos Lima 2019.

“É um atleta que tem versatilidade em todos os aparelhos. É muito difícil os atletas iniciarem no esporte com um aparelho específico em mente. A preferência acontece com o tempo. O meu treino tem seis horas, então eu faço uma hora em cada aparelho. O Zanetti, especialista nas argolas, por exemplo, fica mais tempo nas argolas. Mas isso não impede que os generalistas sejam especialistas em algum aparelho. Temos vários casos de atletas que são generalistas e melhores do mundo em algum deles”, diz o finalista mundial e olímpico em Tóquio 2020 no salto, seu aparelho preferido.

Caio vem embalado para o Campeonato Pan-americano da modalidade, que acontecerá no Rio de Janeiro, de 14 a 17 de julho, e valerá vaga para o Mundial. Ele e a equipe brasileira estão acertando os últimos detalhes da preparação para a competição na arena de ginástica no Centro de Treinamento do COB. “A seleção masculina de ginástica está se preparando da melhor forma. Não pensamos em resultado, queremos melhorar cada dia mais. Queremos chegar no Pan-Americano do Rio e fazer uma bela competição em casa”, afirma focado o atleta que no Pan de 2021, que também aconteceu na cidade, foi campeão nas argolas, barras paralelas e, claro, salto.

Um atleta com bom desempenho em todos os aparelhos é como uma arma secreta na equipe. Em meados de junho, Caio fez história ao se tornar o primeiro brasileiro a conquistar cinco finais na etapa Osijek da Copa do Mundo. Ele voltou para casa com quatro medalhas no peito: duas pratas, no salto sobre a mesa e nas argolas, e dois bronzes, no cavalo com alças e na barra fixa.

O Campeonato Pan-Americano de Ginástica no Rio de Janeiro terá a disputa da ginástica de trampolim nos dias 26 a 28 de junho, da rítmica em 7 a 10 de julho, e da artística, de 14 a 17 de julho.
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top