A maior de todas! Katie Ledecky é penta nos 800m da Natação e passa Lochte em número total de ouros em Mundiais

Katie Ledecky só está atrás de Michael Phelps em número de triunfos em Mundiais (Foto: Divulgação/FINA)

O Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, fechou a primeira semana de competições, nesta sexta (24), com mais sete finais entre Nado Artístico e Natação. O dia foi de Katie Ledecky, que ao conquistar o pentacampeonato nos 80m livre, se isolou como a segunda maior campeã na Natação. O Surto traz um resumo dos destaques desta competição multiesportiva que tem gostinho de Jogos Olímpicos:

Natação

Sarah Sjöström abriu as finais com o quarto ouro consecutivo nos 50m borboleta em Mundiais. A sueca, detentora do recorde mundial, nadou mais uma vez abaixo dos 25s, com 24.95. A prata ficou com Melanie Henique, da França, com 25.31 e o bronze foi da chinesa Yufei Zhang, com 25.32.

Sem medalhistas olímpicos, os 50m livre masculino foi vencida por Ben Proud, da Grã-Bretanha, com 21.32. A prata foi de Michael Andrew, dos Estados Unidos, com 21.41. Maxime Grousset, da França, que venceu Bruno Fratus no desempate para garantir a vaga na final, ficou com o bronze com 21.57.

Nos 100m borboleta masculino, a estrela húngara Kristof Milak levou seu segundo ouro no Mundial com o tempo de 50.14, mas saiu da piscina frustrado por não ter quebrado o recorde mundial de Caeleb Dressel (49.45). A prata foi para Naoki Mizunuma, com 50.94 e o bronze da revelação canadense Joshua Liendo Edwards, com 50.97.

Com o feito, Milak se juntou a Chad Le Clos e Michael Phelps como os únicos vencedores dos 100m e 200m borboleta em uma mesma edição do Mundial.

A final dos 200m costas feminino foi de desorientar o placar. Numa final decidida na batida, Kaylee McKeown, da Austrália, conquistou o ouro com 2:05.08 somente a 4 centésimos de Phoebe Bacon, dos Estados Unidos, que ficou com a prata com 2:05.12. O bronze também foi para os Estados Unidos, com Rhyan White, com o tempo de 2:06.96.

Katie Ledecky conquistou o pentacampeonato nos 800m livre. Com o tempo de 8:08.04, a estadunidense amplia seu recorde absoluto de mulher mais vitoriosa na competição com 22 medalhas conquistadas (19 ouros e 3 pratas). A prata foi de Kiah Melverton, da Austrália, com 8:18.77 e o bronze de Simona Quadarella, da Itália, bronze em Tóquio 2020, com 8:19.00.

Este resultado colocou Ledecky como a segunda maior medalhista de ouro da história dos Mundiais, em ambos os gêneros. Ela superou Ryan Lochte que tem 18 douradas. À sua frente apenas Michael Phelps, com 26 ouros. 

O terceiro recorde mundial da competição caiu no revezamento 4x100m livre misto. O time da Austrália (Jack Cartwright, Kyle Chalmers, Madison Wilson e Mollie O'Callaghan) foi ouro com 03:19.38 com a melhor marca da história. A prata ficou com o surpreendente Canadá (Joshua Liendo Edwards, Javier Acevedo, Kayla Sanchez e Penny Oleksiak) com 03:20.61, superando os antigos recordistas da prova, os Estados Unidos (Ryan Held, Brooks Curry, Torri Husk e Claire Curzan) fechando com o bronze com 03:21.09. Os brasileiros, também na prova, ficaram em 6º.

Guilherme Costa avança a mais uma final e iguala recorde de Cielo e Prado no Mundial, veja dia positivo do Brasil

Nado Artístico

O dia ficou marcado pelo impedimento da atleta estadunidense Anita Álvarez de disputar a final por equipes, por parte da FINA. A atleta havia desmaiado após um quadro de exaustão na disputa do solo na última quarta (22).

Atleta do Nado Artístico que desmaiou por exaustão é impedida de participar de prova do Mundial

Na final da rotina livre por equipes a China garantiu o ouro com 96.700 pontos confirmando seu favoritismo. A prata foi da Ucrânia, com 95.000 pontos e o bronze ficou com o Japão, com 93.1333.

Polo Aquático

Hoje tivemos a definição da fase de grupos do torneio feminino. As primeiras colocadas de cada grupo garantiram vaga direta para as quartas-de-final. As segundas e terceiras disputarão um play-off a partir de domingo (26).

A Itália goleou a Colômbia por 31 a 5 e avançou em primeiro no grupo A. A Hungria, ficou em segundo ao bater o Canadá, que passou em terceiro, por 11 a 7. 

No grupo B, as favoritas estadunidenses bateram a Argentina por 23 a 3 e passaram com 100% de aproveitamento, na primeira colocação do grupo. Pelo outro jogo, os Países Baixos fizeram 22 a 1 na África do Sul e passaram em segundo. As argentinas conseguiram a terceira vaga pela vitória simples sobre as sulafricanas.

O Brasil foi eliminado, no grupo C, ao perder para a Austrália por 17 a 5. Nossas algozes passaram em primeiro no grupo com três vitórias. Na outra partida, a Nova Zelândia ganhou do Cazaquistão por 15 a 11. As equipes passaram em segundo e terceiro respectivamente.

Brasileiras perdem para a Austrália e estão eliminadas do Mundial no Polo Aquático

Um empate na pontuação e saldo de gols deixou a definição do grupo D apertada. A Espanha atropelou a Tailândia por 30 a 2 e a Grécia goleou a França por 15 a 4. A ordem do grupo ficou pelo critério de menos gols sofridos, favorecendo a Grécia. Espanha e França vão para os play-offs em segundo e terceiro.

A próxima fase (play-offs), que será disputada no domingo (26), ficou definida assim:

Nova Zelândia x França

Cazaquistão x Espanha

Hungria x Argentina

Canadá x Países Baixos

Quadro de Medalhas

Após oito dias de disputas, a China superou a Itália no quadro de medalhas do Mundial de Esportes Aquáticos após a vitória por equipes no Nado Artístico: 

1º Estados Unidos - 15 ouros, 8 pratas e 14 bronzes (37)

2º Austrália - 6 ouros, 8 pratas e 1 bronze (15)

3º China - 5 ouros e 5 bronzes (10)

4º Itália - 4 ouros, 1 prata e 4 bronzes (9)

5º Japão - 2 ouros, 5 pratas e 3 bronzes (10)

14º Brasil - 1 prata e 1 bronze (2)

Próximos passos

Neste sábado (25), chegamos ao 9º dia de disputas em Budapeste com o ecerramento das competições de Natação e Nado Artístico. O Polo Aquático chega à fase de definição no masculino. Vamos à programação:

Natação

Valendo Medalha

50m costas (M)

50m peito (F) - Jhennifer Conceição

1500m livre (M) - Guilherme Costa

400m medley (F)

Revezamento 4x100m medley (M)

Revezamento 4x100m medley (F)

Preliminares

400m medley (F) - Gabrielle Roncatto

Revezamento 4x100m medley (M) - Brasil

Revezamento 4x100m medley (F) - Brasil

Nado Artístico

Valendo Medalha

Dueto Misto - Fabiano Ferreira e Gabriela Regly

Equipes femininas (Highlights) - Brasil

Polo Aquático

3ª rodada - Torneio Masculino

Grupo A

Brasil x Montenegro

Hungria x Geórgia

Grupo B

Japão x Croácia

Grécia x Alemanha

Grupo C

Itália x Espanha

Canadá* x África do Sul

Grupo D

Cazaquistão x Sérvia

Austrália x Estados Unidos

*Ainda não há confirmação oficial da participação da equipe do Canadá devido a cinco casos de Covid confirmados na equipe

Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top