Oksana Chusovitina pretende competir na sua nona Olimpíada



A uzbeque Oksana Chusovitina (46 anos) da ginástica artística, já começa a pensar em competir a sua nona edição de Jogos Olímpicos. Com oito edições na carreira, a ginasta fala em disputar Paris-2024, após os Jogos Asiáticos serem adiados.


Lenda e referência no esporte, a atleta havia afirmado que iria se aposentar após Tóquio-2020, porém os planos mudaram. Em outubro de 2021, Chusovitina anunciou que iria para os Jogos de Hangzhou-2022, mas como o evento foi transferido para 2023, ela pretende estender a carreira em mais um ano.


No último fim de semana, a uzbeque venceu a disputa da mesa no Campeonato Uzbeque de ginástica artística. O aparelho é sua principal opção para chegar à Paris-2024.


Chusovitina começou a competir pela União Soviética, no final da década de 80 e disputou os Jogos de Barcelona-92 pela equipe unificada, que juntava as nações soviéticas, após a dissolução do país. Lá, ela ganhou o ouro na disputa por equipes. 


Ela ainda foi prata na mesa em Pequim-2008 e tem nove medalhas em Mundiais, sendo a última em 2011. Em 2017, ela entrou para o Hall da Fama da ginástica.


APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024?

Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco.

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Postar um comentário

To Top