Brasileiras faturam quatro medalhas no último dia do Aberto de Tênis de Mesa Paralímpico da França


O tênis de mesa brasileiro fechou em grande estilo o último dia de competições do Aberto Paralímpico da França, em Saint-Quentin-en-Yvelines. Neste domingo (8), faturamos medalhas de ouro, prata e bronze em diferentes categorias. As responsáveis pelas conquistas foram Cátia Oliveira, Marliane Santos e Sophia Kelmer.

Com grande performance, Cátia Oliveira e Marliane Santos conquistaram o titulo na classe WD5 das duplas femininas. O ouro veio após derrotarem na final a dupla tailandesa Pattaravadee Wararitdamrongkul e Chilchitraryak Bootwansirina por 3 sets a 0, parciais de 11/7, 11/9 e 11/4.

Além do ouro na WD5, Cátia e Marliane também medalharam nas duplas mistas neste domingo. A primeira levou a prata na classe XD4, competindo ao lado do chileno Rodrigo Bustamante; a segunda, que formou dupla com Jenson Van Emburgh, dos Estados Unidos, faturou o bronze na classe XD7.

“Mais um ouro e uma prata com gostinho de ouro. Estou muito feliz com meus resultados e meu desempenho. Consegui jogar muito bem, agora é focar na Eslovênia, pois vem mais pedreira por aí”, comemorou Cátia Oliveira, que na sexta-feira (6) já havia faturado o ouro das classes 1-2 feminina no individual.

Já Sophia Kelmer ganhou o ouro na classe WD14 das duplas mistas femininas, competindo ao lado da australiana Anne Julian. A vitória que consolidou o título foi diante da parceria formada pela turca Kubra Korkut e a alemã Tiziana Oliv, por 3 a 2 (parciais de 11/7, 11/13, 11/9, 6/11 e 11/8)

Com as quatro medalhas conquistadas neste último dia de competição, as mesa-tenistas brasileiras totalizaram nove no Aberto Paralímpico da França: quatro de ouro (duas de Cátia Oliveira, uma de Marliane Santos e uma de Sophia Kelmer), três de prata (Cátia Oliveira, Sophia Kelmer e Jennyfer Parinos) e duas de bronze (Marliane Santos e Joyce de Oliveira).

O próximo desafio do tênis de mesa paralímpico brasileiro também será na Europa, nos próximos dias: uma das competições mais fortes do circuito mundial, o Aberto da Eslovênia, em Lasko, de quarta-feira (11) a sábado (14).

O domingo dos outros brasileiros


Na classe WD10 das duplas femininas, Joyce de Oliveira e a jordaniana Faten Elelimat foram superadas por 3 a 0 (11/6, 11/7 e 11/6) nas quartas de final pela dupla sul-coreana Jiyu Yoon e Hyeon Mi An.

Lucas Arabian e Colin Judge (IRL) foram eliminados nas oitavas de final das duplas masculinas na classe MD8 ao perderem por 3 a 2 (8/11, 14/12, 6/11, 11/7, 7/11) para a dupla sueca Mattias Ohgren e Karl Olsson.

Pelas quartas de final das duplas mistas da classe XD10, Lucas Arabian e Joyce Oliveira foram batidos por 3 a 1 (12/10, 7/11, 1/11 e 8/11) pela parceria sul-coreana Jae Hyeon Park e A Young Jung.

Na classe XS17-20 das mistas, a dupla brasileira Lucas Carvalho e Sophia Kelmer foi vencida nas quartas de final por Andras Csonka, da Hungria, e Neslihan Kavas, da Turquia, por 3 sets a 1, com parciais de 11/7, 6/11, 5/11 e 7/11.

Já nas duplas masculinas da classe MD14, Paulo Salmin e Israel Stroh perderam nas quartas de final por 3 a 2 (15/13, 6/11, 6/11, 12/10 e 5/11) para os dinamarqueses Peter Rosenmeier e Henrik Brammer.

Foto: Fotojump

Postar um comentário

To Top