Stephanie Balduccini brilha nos 200m livre e se classifica para o Mundial de Budapeste

Stephanie Balduccini ergue o braço direito para comemorar. Ela é uma jovem ruiva eveste um maiô cinza e azul e segura uma touca rosa e um par de óculos de natação com a mão esquerda.
Balduccini comemora após a prova - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
Principal promessa da natação feminina brasileira para Paris 2024, Stephanie Balduccini foi um dos destaques do segundo dia do Troféu Brasil de Natação, nesta teça-feira (5). Ela foi a campeã dos 200m livre feminino, diminuindo em cinco segundos sua melhor marca pessoal, e garantiu uma vaga no Mundial de Esportes Aquáticos Budapeste 2022.

Além de Stephanie, outros quatro nadadores se classificaram para o Campeonato Mundial com os resultados desta terça no Parque Aquático Maria Lenk, incluindo os atletas que vão compor os revezamentos 4x200m livre masculino e feminino do Brasil. Veja, abaixo, como foram as finais do dia.

100m costas feminino
1. Andrea Berrino - Flamengo - 1:01.73
2. Maria Luiza Pessanha - Pinheiros - 1:02.13
3. Fernanda Goeij - Santa Mônica - 1:02.99
4. Júlia Góes - SESI-SP - 1:03.52

A argentina Andrea Berrino, contratação do Flamengo para esta edição do Troféu Brasil, venceu a prova dos 100m costas feminino. Ela liderou a prova desde o início e venceu com um tempo de 1:01.73. Maria Luiza Pessanha foi a melhor brasileira na prova com 1:02.13, conseguindo sua melhor marca pessoal, mas acima do índice para o Mundial. Fernanda de Goeij e Júlia Góes completaram o pódio (

Pessanha aguarda para saber se vai a Budapeste através do revezamento 4x100m medley feminino. A classificação do revezamento depende dos tempos das vencedoras de todas as provas de 100m, faltando ainda os 100m livre e borboleta.

100m costas masculino
1. Guilherme Bassetto - Unisanta - 54.84
2. Guilherme Guido - Pinheiros - 54.81
2. Gabriel Fantoni - Minas - 54.81

Guilherme Bassetto, da Unisanta, foi o vencedor dos 100m costas masculino. Ele havia feito uma boa série eliminatória pela manhã, mas não conseguiu encaixar a prova na final, fazendo um tempo de 54.48, ficando 45 centésimos acima do índice para o Mundial. 

Guilherme Guido e Gabriel Fantoni, que também estavam na busca de uma vaga em Budapeste 2022, também ficaram acima do tempo exigido. Ambos empataram na segunda colocação.

50m borboleta feminino
1. Daynara de Paula - Curitibano - 26.34
2. Giovanna Diamante - Pinheiros - 26.55
3. Clarissa Rodrigues - Pinheiros - 26.34

A veterana Daynara de Paula conquistou mais um título do Troféu Brasil de Natação com a vitória nos 50m borboleta feminino. Ela liderou a prova desde o início e venceu com um tempo de 26.34, mas acima da forte marca exigida pela CBDA para convocar atletas nas provas de 50m estilos.

O pódio foi completado com uma dobradinha do Pinheiros. Giovanna Diamante levou a prata e Clarissa Rodrigues o bronze. Destaque também para a jovem Beatriz Bezerra, de apenas 16 anos, que ficou em quarto lugar com 26.84, sua melhor marca pessoal. 

50m borboleta masculino
1. Nicholas Santos - Unisanta - 22.73
2. Gabriel Santos - Pinheiros - 23.40
3. Guilherme Caribé - CEPE - 23.43

Nicholas Santos fez história nesta terça ao garantir presença em seu décimo Campeonato Mundial de piscina longa. Ele venceu os 50m borboleta liderando de ponta a ponta. Nicholas fez um tempo de 22.73, o melhor do mundo este ano até o momento e abaixo dos 22.79 de quando ganhou a medalha de bronze na prova no Mundial de 2019.

Nicholas nada com seus braços para trás. apenas uma parte do corpo está acima do nível da água. Ele veste uma touca preta com o seu nome e o logo do seu clube e alguns patrocinadores
Nicholas durante a final dos 50m borboleta - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
Gabriel Santos do Pinheiros ficou em segundo lugar com um tempo de 23.40. Guilherme Caribé ficou em terceiro lugar, três centésimos atrás, conquistando sua primeira medalha em um Brasileiro Absoluto.

200m livre feminino
1. Sthepanie Balduccini - Paineiras - 1:57.77
2. Giovanna Diamante - Pinheiros - 2:00.29
3. Aline Rodrigues - Minas - 2:00.31
4. Maria Paula Heitmann - Unissanta - 2:00.97

Aline, Giovanna, Stephanie e Maria Paula posam para foto. Aline usa um maiô laranja e azul e as demais usam trajes escuros em tons de preto e cinza
As quatro atletas do revezamento 4x200m livre do Brasil em Budapeste - Foto: Reprodução/Twitter/CBDAoficial
Stephanie Balduccini fez uma prova sensacional nos 200m livre feminino. Ela foi abrindo uma boa distância para as adversárias e conseguiu vencer com um tempo de 1:57.77, ficando apenas 0.49 atrás do recorde sul-americano da prova que é de Manuela Lyrio.

A nadadora do Paineiras dedicou a vitória ao técnico Wlad Veiga, que chegou a machucar o tornozelo na comemoração após a prova. "Essa foi para ele. Só tenho muito a agradecer por tudo que ele fez por mim", comentou Stephanie.



Os tempos das quatro primeiras colocadas também garantiu a classificação do revezamento 4x200m livre feminino do Brasil. Giovanna Diamante, que tinha nadado os 50m borboleta alguns minutos antes, conquistou mais uma prata nos 200m livre. Aline Rodrigues, do Minas, levou a medalha de bronze e Maria Paula Heitmann, da Unisanta, ficou em quarto lugar, completando o revezamento brasileiro.

200m livre masculino
1. Fernando Scheffer - Minas - 1:46.18
2. Vinícius Assunção - SESI-SP - 1:47.22
3. Breno Correia - Pinehiros - 1:47.95
4. Murilo Sartori - Americana - 1:48.05

Medalhista olímpico na prova, Fernando Scheffer confirmou o favoritismo na final dos 200m livre masculino. Ele já estava garantido no Mundial e foi o único a nadar abaixo do índice que era de 1:47.06. O que mais chegou perto da marca foi Vinícius Assunção, que chegou a passar próximo de Scheffer em algumas viradas, mas acabou ficando 16 centésimos acima do tempo necessário para a prova individual. 

Mesmo sem a vaga nos 200m livre, Vinícius vai para Budapeste como membro do revezamento 4x200m livre masculino. Também fazem parte da equipe: Scheffer, Breno Correia e Murilo Sartori.

Nadadores do revezamento 4x200m livre masculino posam para foto. Todos estão de bermuda e sem camisa
Atletas do revezamento 4x200m livre do Brasil no Mundial de Budapeste - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Classificados - Mundial de Esportes Aquáticos Budapeste 2022


Masculino:
Bruno Fratus - 50m livre*
Stephan Steverink - 400m medley
Fernando Scheffer - 200m e 400m livre e 4x200m livre
Guilherme Costa - 400m e 800m livre*
Leonardo de Deus - 200m borboleta
Nicholas Santos - 50m borboleta


Feminino:
Viviane Jungblut - 400m livre
Jhennifer Conceição - 100m peito
Stephanie Balduccini - 200m livre e 4x200m livre
Giovanna Diamante - 4x200m livre
Aline Rodrigues - 4x200m livre
Maria Paula Heitmann - 4x200m livre

*Os finalistas olímpicos de Tóquio 2020 já estão classificados nas suas respectivas provas.

Índices - Mundial Júnior de Natação 2022


Masculino:
Stephan Steverink - 200m livre e 400m medley
João Pierre Gruttola - 400m livre
Vitor Ballan Sega - 200m livre

Feminino:
Luiza Lima - 400m livre e 400m medley

O Troféu Brasil também vai definir os 20 atletas convocados para  o Mundial Júnior, sendo pelo menos seis no feminino. Se o total de índices passar de 20, serão convocados os atletas com melhores tempos no ranking mundial. Nesta terça, foram feitos índices apenas nos 200m livre masculino com Stephan Steverink e Vitor Ballan Sega.

Foto de capa: Satiro Sodré/SSPress/CBDA 

Postar um comentário

To Top