Duas vezes medalhista paralímpico, esgrimista Jovane Guissone recebe cadeira de rodas desenvolvida em Minas Gerais


Um dia especial para o esporte paralímpico brasileiro e também para as todas as pessoas portadoras de necessidades especiais em nosso país. Na última  segunda-feira (28), em cerimônia realizada na cidade de Uberlândia-MG, o medalhista paralímpico de paraesgrima Jovane Guissone foi agraciado com uma cadeira de rodas ultra-personalizada desenvolvida para melhorar seu desempenho na modalidade.

O engenheiro Lucas Cardoso idealizou e foi o responsável por desenvolver o projeto da Cadeira de Rodas Especializada para a Esgrima, em parceria com o Centro Brasileiro em Inovações Tecnológicas para Esportes Paralímpicos da Universidade Federal de Uberlândia (CINTESP.Br/ UFU), e apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e da Prefeitura de Uberlândia. A cerimônia de entrega ocorreu no auditório do Sesc Gravatás.

“Realizamos o procedimento de prescrição e a avaliação ergo-antropométrica do Jovane para que pudéssemos fazer a modelagem da Cadeira de Rodas Especializada. A intenção do CINTESP.Br é aplicar este método em outras modalidades, entregando, por meio de doação, cadeiras de rodas personalizadas de alto rendimento não só para a esgrima, mas também para o basquete, o rúgbi e o parabadminton”, explicou Lucas.

“É um excelente projeto. Desenvolve inovações para melhorar a performance dos atletas e acabar com a dependência dos equipamentos importados”, completou Ivan Schwantes, coordenador de paraesgrima na Confederação Brasileira de Esgrima (CBE).

Após uma demonstração na qual testou o equipamento jogando, Jovane, emocionado, falou sobre seu sentimento: “Estou muito feliz. É muito mais que somente uma cadeira, é uma parceria de projetos de pessoas empenhadas em fazer as coisas para nos ajudar”.

O atleta, referência na paraesgrima mundial, também elogiou o trabalho realizado pelos engenheiros: “Além de ser uma cadeira muito boa, que vai me ajudar muito nos treinamentos, traz uma série de inovações de materiais. Minha cadeira foi fabricada em menos de dez dias. E eles estão projetando fixadores também”.

O projeto concebido por Lucas Cardoso proporcionará ajuda não somente aos praticantes de esportes paralímpicos: também beneficiará pessoas com deficiência, com mobilidade reduzida e as portadoras de doenças raras – nas áreas de saúde, lazer e educação, bem como na vida cotidiana. Certamente, uma grande vitória para todos.

Foto: Valter de Paula/Secom/PMU

Postar um comentário

To Top