Jogos Paralímpicos de Inverno Pequim 2022 são abertos com pedido de paz

Estádio iluminado com várias luzes na arquibancada. Um projeção no gramado com a logo de Pequim 2022 com representações de estrelas ao redor

Começou oficialmente a 13ª edição dos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022. A Cerimônia de Abertura, nesta sexta-feira (4), foi marcada por um forte discurso de Andrew Parsons, presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), contra a Guerra na Ucrânia.

A Cerimônia começou com alguns atores representando atletas das modalidades paralímpicas de inverno. A contagem regressiva começou com um jogador de curling lançando uma pedra em uma projeção de uma pista de gelo no gramado do Ninho do Pássaro, encerrando quando a pedra chegou ao alvo. 

Homem em uma cadeira de rodas lança uma pedra de curling virtual com o auxílio de uma vara
Atleta de curling em cadeira de rodas dando início à contagem regressiva - Foto: Li Ga/Xinhua
O segmento terminou com a execução da Marcha dos Voluntários - o hino da República Popular da China. Ele foi cantado por um coral que também interpretou sua letra em língua de sinais.

Na sequência veio a Parada das Nações. A delegação brasileira foi a quinta a entrar no Ninho do Pássaro. Aline Rocha e Cristian Ribera, ambos do esqui cross-country, foram os porta-bandeiras do Brasil. Os representantes da Ucrânia entraram sob aplausos de grande parte das pessoas dentro do Estádio Olímpico.

Quatro brasileiros usando agasalhos amarelos desfilam em uma passarela branca. Ao centro, Cristian e Aline em suas cadeiras de roda e conduzindo a bandeira do Brasil. No lado direito, o mascote paralímpico Shuey Ron Ron, que é uma grande lanterna chinesa tradicional vermelha
Delegação brasileira na Cerimônia de Abertura - Foto: Ale Cabral/CPB
O conflito no país do leste europeu esteve presente no discurso do presidente do IPC, o brasileiro Andrew Parsons que fez um forte pedido de paz. Vale lembrar, que russos e belarussos inicialmente poderiam participar como atletas neutros, mas foram excluídos após a pressão de alguns países que ameaçaram boicotar os Jogos caso eles participassem.

Andrew Parsons durante seu discurso - Foto: Reprodução/Twitter/Paralympics
"Estou horrorizado com o que está acontecendo. O século XXI é tempo de paz e diplomacia, não de ódio ou guerra. [...] O mundo deve ser um lugar compartilhado, não dividido", afirmou Parsons que lembrou que a trégua olímpica ainda está em vigor e gritou "Paz!" ao final do seu pronunciamento.

Ao fim da Cerimônia de Abertura, foi realizada a perna final do revezamento da tocha paralímpica. Li Duan, bicampeão paralímpico (Atenas-2004 e Pequim-2008) do salto em distância e do salto triplo, da classe F11 (para atletas com deficiências visuais) acendeu a pira que era a mesma dos Jogos Olímpicos de Inverno, usando flocos de neve com os nomes de cada um dos países participante e um suporte para a tocha no centro.

Foto de capa: Lan Hongguang/Xinhua

Postar um comentário

To Top