Quatro países diferentes subiram no topo do pódio na etapa de Sigulda da Copa do Mundo de Bobsled


Neste último fim de semana, foi realizada a primeira etapa de 2022 da Copa do Mundo de Bobsled, na pista de Sigulda, na Letônia. Foram disputadas duas provas masculinas (ambas no two-man) e duas femininas (no monobob e no two-woman), com quatro vencedores diferentes.

No masculino, a primeira prova teve uma quebra de tabu. Pela primeira vez desde dezembro de 2020, o alemão Francisco Friedrich não foi o vencedor de uma etapa de Copa do Mundo. Os russos Rostislav Gaitiukevich e  Mikhail Mordasov com um tempo total de 1:39.23. Prata para Brad Hall e Greg Cackett da Grã-Bretanha e bronze para Benjamin Maier e Markus Sammer da Áustria.

Fridrich, ao lado de Thorsten Margis, conseguiu dar a volta por cima na segunda prova, quando venceram com 1:39.16. Brad Hall novamente ficou em segundo lugar, mas dessa vez com Nick Gleeson como seu breakman. Os letões Oskars Kibermanis e Matiss Mikins ficaram com o bronze.

Friedrich e Margis na segunda prova da etapa - Foto: Vietrus Lacis/IBSF
No feminino, sem as principais alemãs do circuito, as vitórias foram norte-americanas. No monobob, a canadense Christine de Bruin levou o ouro com 1:48.12 na soma das duas descidas. Breeana Walker da Austrália ficou com a prata e Nadezhda Sergeeve da Rússia completou o pódio.

Christine de Bruin no pódio do monobob - Foto: Vietrus Lacis/IBSF
No two-woman, a veterana Elana Meyers, dos EUA, ganhou seu primeiro ouro em Copa do Mundo em dupla desde 2019. Competindo com Lake Kwaza, Meyers fez um tempo total de 1:41.88. Elas superaram Mica McNeill e Adele Nicoll da Grã-Bretanha por vinte centésimos. De Bruin ficou com a medalha de bronze, competindo com Kristen Bujnowski.

Meyers e Kwaza entrando no trenó - Foto: Vietrus Lacis/IBSF
Fotos: Vietrus Lacis/IBSF

Postar um comentário

To Top