Casos de COVID-19 entre atletas e membros de delegações em Pequim chegam a 36

Aeroporto de Pequim com trabalhadores usando equipamento de proteção

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, que serão realizados em Pequim, anunciaram neste sábado (29) que já estão em 36 o número de casos de COVID-19 entre atletas e membros de delgações que chegam no país.

A maioria dos casos, 22, foram registrados na sexta-feira (28).

De acordo com o Dr Brian McCloskey, chefe do painel de experts de COVID-19 dos Jogos, o número de casos está dentro do esperado e que sabiam que o número de casos iria subir.

O médico disse que o número de pessoas chegando a Pequim está alcançando o pico agora e que esperam ver o número de casos subir, após 3000 pessoas terem chegado no país no últimos dois dias.

Diversos países tiveram casos de COVID-19 antes do embarque, o que causou uma certa confusão na mudança de atletas. Estados Unidos, Comitê Olímpico Russo, Noruega e Suíça são exemplos.

O Canadá confirmou que cinco atletas testaram positivo para COVID-19 após terem chegado a Pequim.

Além dos testes de PCR no aeroporto, o comitê organizador dos Jogos utiliza medição de temperatura dentro do loop fechado utilizado por atletas e envolvidos no evento.

Foto: Reprodução
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top