Ashleigh Barty coloca a Austrália na final feminina do Australian Open depois de 4 décadas

De camisa branca, Ashleigh Barty rebate a bola no fundo da quadra, com dois pés a frente da linha

 

A tenista australiana Ashleigh Barty colocou nesta quinta (27), o seu país de volta a final de simples feminino do Australian Open. Ela alcançou o feito após vencer a norte-americana Madison Keys por 2 a 0, parciais de 6/1 e 6/3.


Número um do mundo, Barty chega a final do torneio sem perder sets, o que coloca na condição de favorita na decisão. Além disso, poucos jogos dela tem passado de uma hora de duração, com a atleta resolvendo rápido suas partidas.


A última final feminina da Austrália no Grand Slam local foi em 1980, com Wendy Tumbull e o último título, contando os dois naipes, foi em 1978, com Chris O' Neil. 


Para conquistar o título, ela terá que vencer mais uma norte-americana, desta vez será a número 30 do mundo, Danielle Colins. Collins venceu a polonesa Iga Swiatek também por 2 a 0, parciais de 6/4 e 6/1. 


A final será de sexta para sábado às 05h30, com transmissão da Espn e do Star+.


Foto: Asanka Brendon Ratnayake/ Reuters

Postar um comentário

To Top