Bronze no mundial de 1995, maratonista Luís Antônio dos Santos morre aos 57 anos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Bronze no mundial de 1995, maratonista Luís Antônio dos Santos morre aos 57 anos

Compartilhe

O fundista Luís Antônio dos Santos morreu na manhã deste sábado (6), em Taubaté no interior de São Paulo, aos 57 anos. O treinador e ex-atleta estava em sua casa quando sofreu uma parada cardíaca. A informação foi divulgada pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). O "maratonista de aço" foi medalhista de bronze no Campeonato Mundial de Atletismo de 1995, disputado em Gotemburgo, na Suécia.

Luís Antônio dos Santos nasceu em Volta Redonda-RJ em 1964. Começou a treinar na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e competiu pela primeira vez em 1985, terminando os 10km da Volta do Maracanã em 16º lugar. Correu sua primeira maratona em 1993, em Blumenau-SC, e naquele ano veio seu primeiro grande resultado internacional, ao vencer a Maratona de Chicago (USA), uma das principais maratonas do mundo.

No ano seguinte, Luís Antônio venceu novamente a Maratona de Chicago. Em 1995, o atleta foi convocado para representar o Brasil no Mundial de Atletismo onde conseguiu a medalha de bronze na maratona, ao completar a prova em 2:12:49, ficando atrás apenas do espanhol Martin Fiz (ouro) e do mexicano Dionísio Cerón. No mesmo ano, Luís Antônio dos Santos venceu a primeira edição da Maratona Internacional de São Paulo (vídeo abaixo).


Em 1996, o atleta participou dos Jogos Olímpicos de Atlanta, onde terminou a maratona na 10ª posição (a melhor colocação de um brasileiro na prova à época). Entre suas conquistas, também estão o bronze com a equipe brasileira na Copa do Mundo de Maratonas em 1997 e o título da Meia-Maratona do Rio de Janeiro de 1999 (foto acima)

Após se aposentar, Luís Antônio estudou para se tornar treinador e fundou a sua própria equipe, a Luasa. O time trabalha com atletas de todas as categorias e ainda mantém um intercâmbio com fundistas africanos, que veem ao Brasil para treinar e participar de provas de rua.

Foto de capa: Tião Moreira/Divulgação/LuasaSports

Nenhum comentário:

Postar um comentário