Sofia Goggia e Michela Moioli serão as porta-bandeiras da Itália nas cerimônias de Pequim 2022 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Sofia Goggia e Michela Moioli serão as porta-bandeiras da Itália nas cerimônias de Pequim 2022

Compartilhe

O Comitê Olímpico da Itália anunciou que as medalhistas de ouro nas Olímpiadas de Inverno de Pyeongchang 2018, Sofia Goggia e Michela Moioli, foram escolhidas para carregar a bandeira de seu país nas Cerimônias de Abertura e Encerramento dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim 2022.

Goggia conquistou a medalha de ouro olímpica em 2018 no downhill feminino, tornando-se a primeira esquiadora do país a conquistar o ouro na modalidade. A atleta de 28 anos venceu a bola de cristal do Downhill na temporada passada, prêmio concedido ao melhor atleta no circuito da Copa do Mundo de de Esqui Alpino.

Em declaração, Goggia disse estar “profundamente honrada” por ter sido convidada para carregar a bandeira italiana na Cerimônia de Abertura de Pequim 2022.

Na cerimônia de encerramento, Moioli terá essa honra. A atleta foi campeã olímpica em 2018 no snowboard cross e também é tricampeã geral da Copa do Mundo da modalidade.

Ser convidada a carregar a bandeira é “um grande símbolo para mim, para minha modalidade, que finalmente começa a ser reconhecida”, disse a snowboarder.

O Comitê Olímpico Italiano não indicou a intenção de escolher os porta-bandeiras masculino em uma data posterior, embora tenha adotado dois porta-bandeiras em Tóquio 2020.

Pequim 2022 será a terceira Olímpiada de Moiola e a segunda de Goggia.

As cidades italianas de Milão e Cortina D’Ampezzo irão suceder a edição olímpica de Pequim 2022, no ano de 2026.

Foto: Italy24news/ Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário