Brasil fica sem medalhas no segundo dia do Mundial Júnior de judô

Gabriel Falcão judô

Depois de faturar um bronze com Rafaela Batista no primeiro dia de competições, o judô brasileiro saiu zerado nas disputas desta quinta-feira (07) no Mundial Júnior, em Olbia, na Itália. Gabriel Falcão foi o melhor atleta do dia, parando na repescagem. Nauana Dores perdeu nas oitavas, enquanto Thayane Lemos caiu na estreia.

Cabeça de chave número 4 da categoria até 73kg, Gabriel entrou de bye na primeira rodada e estreou contra o grego Stavros Doumas, vencendo por ippon com menos 45 segundos de luta. Na sequência, teve mais dificuldade com o cipriota Kyprianos Andreou, mas derrotou por waza-ari, conquistado já no golden score.

O brasileiro acabou derrotado nas quartas de final pelo tcheco Daniel Pochop, que venceu por waza-ari. Encaminhado à repescagem, Gabriel teve pela frente o italiano Luigi Centracchio. Em uma luta que durou mais de sete minutos, Gabriel levou três punições e foi eliminado, encerrando sua participação na sétima colocação.

Pela categoria até 63kg, Nauana entrou de bye e não teve dificuldades para passar por sua estreia, vencendo a marroquina Nassma Essatouri por ippon, em apenas 11 segundos. Na sequência, a brasileira fez uma luta muito amarrada contra a romena Florentina Ivanescu, mas foi derrotada com um waza-ari no golden score.

A outra brasileira a competir no dia foi Thayane Lemos. Apesar de ser a quarta mais bem ranqueada da categoria até 57kg, ela foi derrotada logo em sua estreia, pela russa Natalia Elkina, por ippon. Elkina ainda venceu mais duas lutas após encontrar-se com a brasileira e chegou até a disputa do bronze.

Encerrados dois dias de disputa, o Brasil acumula uma medalha de bronze no Mundial Júnior, além de dois sétimos lugares. A competição segue ao longo desta semana e três brasileiros entrarão em ação nesta sexta-feira (08): Luana Carvalho (70kg), Marcos Santos (81kg) e Victor Hugo Nascimento (90kg).

Foto de capa: Reprodução/Instagram

Postar um comentário

To Top