03/10 na História do Esporte: Sérgio Sasaki consegue resultado histórico em Mundial de Ginástica Artística - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

03/10 na História do Esporte: Sérgio Sasaki consegue resultado histórico em Mundial de Ginástica Artística

Compartilhe
Em 2013 Sérgio Sasaki se prepara para salto

Em 03 de outubro de 2013, Sérgio Sasaki conquistou um resultado histórico no Mundial de Ginástica Artística, ao terminar em quinto lugar no individual geral, melhor resultado na história da ginástica artística masculina do Brasil na modalidade

Como Rodrigo Huk escreveu no Surto Olímpico em 2013, Sasaki alternou entre a quinta e sétima colocação durante as três primeiras rotações e até chegou a ocupar a quarta posição ao final da quarta rotação, para então se manter em quinto lugar até o final da prova”, terminando com 88.949.

Como Amanda Kestelman noticiou à Sportv na época, ele estava sem clube desde março daquele ano e vivia em um apartamento pago pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Com apenas 21 anos em 2013 e vindo de uma décima colocação histórica nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, a esperança era que o quinto lugar fosse um trampolim para o tão sonhado pódio na prova mais nobre da ginástica artística, alcançado finalmente por Rebeca Andrade em Tóquio 2020

Em mundial de 2013, Sérgio Sasaki se apresenta nas argolas
Sérgio Sasaki se apresenta nas argolas (Foto: Efe)

Eu me sinto feliz por tudo isso. Poder provar para mim mesmo que sou capaz. Só eu e minha família sabemos da minha dificuldade. É o dia mais feliz da minha vida. Não ganhei medalha, mas saio com sensação de dever completo. Desde as Olimpíadas falei que meu objetivo era ficar em quinto. Agora é ficar em terceiro. Não vou parar. Vou buscar a medalha olímpica.

Sérgio Sasaki terminou em décimo no individual geral em Londres 2012 e depois melhorou ainda na Rio 2016, ao terminar em nono. Sem ter se aposentado oficialmente, Sasaki não compete desde 2016, apesar de ter anunciado um retorno em 2018. 

Rato Ryohei, Uchimura Kohei e Fabian Hambüchen celebram (foto: Ricardo Bufolin / CBG)


Arthur Nory, terminou em 17º na prova que foi vencida pelo japonês Uchimura Kohei, que levou o tetracampeonato mundial e liderou uma dobradinha na frente de Rato Ryohei . O alemão Fabian Hambüchen terminou em terceiro com o bronze, terminando com apenas 0.383 a frente de Sasaki. Uchimura ainda levaria o hexacampeonato em 2015 e bicampeonato olímpico em 2016. 

Foto de capa: Ricardo Bufolin / Confederação Brasileira de Ginástica (CBG)


+03/10 Antes do Surto: Kelly Slater leva nono título mundial em 2008

No surfe, o havaiano Kelly Slater faturou o nono de seus 11 títulos mundiais com duas etapas de antecedência em Mundaka, Espanha. Na época, antes ainda da Brazilian store, o único brasileiro no top10 da Liga Mundial de Surfe foi Adriano de Souza, o Mineirinho, que terminou em sexto lugar.

Kelly Slater mostra nove dedos
Kelly Slater comemora os nove títulos (Crédito original não encontrado / Reprodução Diário de Pernambuco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário