Tiago Splitter assume posto de auxiliar na seleção brasileira de basquete - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Tiago Splitter assume posto de auxiliar na seleção brasileira de basquete

Compartilhe


Tiago Splitter está de volta à seleção brasileira masculina de basquete. Campeão pelo Brasil dentro da quadra, o ex-pivô agora irá ajudar o país fora dela. O auxiliar técnico do Brooklyn Nets, da NBA, assumirá como assistente de Gustavo De Conti na Seleção.

Nascido em Santa Catarina, Tiago deixou o Brasil em 2000 para jogar no Baskonia, da Espanha, tendo larga experiência na Liga ACB. Depois, foi contratado em 2010 pelo San Antonio Spurs, onde foi campeão da NBA em 2014, tornando-se o primeiro brasileiro a conquistar a liga americana de basquete.

Tiago se despediu das quadras em fevereiro de 2018, quando começou sua transição. Em abril de 2018, foi contratado pelo Brooklyn Nets como olheiro. Pouco mais de um ano depois, em 2019, assumiu como um dos auxiliares do técnico Steve Nash na franquia.

O agora assistente falou sobre a sensação de retornar para a Seleção Brasileira, agora com uma nova função. Tiago terá papel fundamental também acompanhando o dia a dia dos jogadores brasileiros que atuam na NBA.

"Para mim é um orgulho enorme estar na comissão técnica da Seleção depois de muitos anos jogando como atleta. Poder ajudar o meu país na comissão técnica com o Gustavo De Conti. Acho que temos um grande desafio pela frente, mas com muita dedicação e muito orgulho estou entrando nessa comissão técnica e fazendo parte desse projeto", citou Tiago.

Diretor do basquete masculino na CBB, Diego Jeleilate comentou a chegada de Tiago Splitter na seleção masculina.

"O convite ao Tiago é especial não somente para mim, mas para o basquete brasileiro. É um cara que conquistou títulos por onde passou, um vitorioso por natureza. Tem uma experiência como poucos de Liga ACB, de NBA, foi campeão em ambas, e vem criando um caminho de muito sucesso fora da quadra. Vai ser fundamental no nosso alinhamento de mentalidade para os jovens, da NBA, vai ser um braço nosso nos EUA, monitorando atletas, e vai ser um braço importante nesse perfil que queremos daqui pra frente", contou Jeleilate.

Splitter conquistou medalhas de ouro com a seleção brasileira no Sul-Americano de 2003, nos Jogos Pan-Americanos de 2003, na Copa América de Basquetebol 2005, na Copa América de Basquetebol de 2009 e na Copa América de Basquetebol de 2011. Com o Brasil, ele também jogou o Mundial de Basquetebol de 2002, 2006, 2010, 2014, e as Olimpíadas de 2012, em Londres.

Foto: CBB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário