Tenistas não vacinados contra COVID-19 enfrentarão medidas mais rígidas no Australian Open em 2022 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Tenistas não vacinados contra COVID-19 enfrentarão medidas mais rígidas no Australian Open em 2022

Compartilhe

 


Os tenistas que pretenderem disputar a edição de 2022 do Australian Open de tênis, em Melbourne, foram alertados pelo Ministério dos Esportes local que caso não estejam vacinados, contra COVID-19 enfrentarão medidas mais rígidas.

O primeiro grand slam da temporada está programado para acontecer entre os dias 17 e 30 de janeiro.

A Austrália tem imposto várias medidas desde o começo e tem obtido sucesso em restringir a circulação do vírus.

O representante do Ministério dos Esportes do estado de Victória, Martin Pakula, afirmou em entrevista à imprensa internacional, que as duras medidas preventivas adotadas pelo governo australiano para quem não estiver vacinado valerão até mesmo para os atletas inscritos para competição.

Vale lembrar que o assunto referente a vacinação divide opiniões, sendo que atletas como Novak Djokovic e Stefanos Tsitsipas não são a favor da obrigatoriedade da vacina para os atletas disputarem o circuito e outros atletas, como Rafael Nadal e Andy Murray, são a favor de que a ATP encontre meio de incentivar que os tenistas se vacinem.

Até o momento a Austrália conta com 38% da população adulta completamente vacinada, e segundo o órgão organizador do Australian Open, as condições para realização do torneio em 2022 serão mais favoráveis do que a última edição.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário