Brasil vence campeã paralímpica Lituânia na estreia do goalball nas Paralimpíadas de Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil vence campeã paralímpica Lituânia na estreia do goalball nas Paralimpíadas de Tóquio

Compartilhe



A seleção brasileira masculina de goalball estreou com vitória nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Enfrentando o time da Lituânia, que é o atual campeão paralímpico, a equipe do Brasil teve uma atuação convincente e venceu por 11 a 2 no Hall B do Makuhari Messe.

O Brasil abriu o placar com Leomon, em um belo arremesso no canto esquerdo do gol. Os lituanos empataram com Pavliukanec, quando a contagem marcava sete minutos na regressiva. Restando três minutos, Romário converteu uma penalidade e recolocou o Brasil na frente.

Já na reta final do primeiro tempo, a Lituânia voltou a cometer uma penalidade. Leomon converteu e ampliou para 3 a 1. Antes do intervalo, ainda deu tempo de Romário fazer o quarto, com um arremesso quicado certeiro.

A segunda etapa já começou com nova penalidade cometida pela Lituânia. Josemárcio - o "Parazinho" - converteu e deixou o placar em 5 a 1. Foram também de Parazinho o sexto e o sétimo gols do Brasil. Os lituanos acertaram a trave duas vezes e diminuiram com Zibolis: 7 a 2.

O gol sofrido foi só um susto: Romário fez o oitavo para o Brasil em cobrança de penalidade. Com a boa vantagem no placar, o técnico brasileiro Alessandro Tosim acionou o banco de reservas. Emerson substituiu Parazinho e fez sua estreia em Paralimpíadas.

A reta final do jogo foi tranquila para o time do Brasil. Leomon marcou o nono e Emerson, o décimo. José Roberto ainda saiu do banco e entrou no lugar de Leomon. Único que ficou em quadra durante todo o jogo, Romário ampliou para 11 a 2, dando números finais à partida.

A próxima partida da seleção brasileira é contra os Estados Unidos, às 01h15 da manhã de sexta-feira (26). Antes, às 08h30 desta quarta (25), o time feminino do Brasil estreia também contra os Estados Unidos.

O goalball é um esporte exclusivo para deficientes visuais. São dois tempos de 12 minutos, com três minutos de intervalo. Cada equipe tem três jogadores e objetivo é fazer gols no adversário e defender sua baliza. Assim como no futebol de 5, a bola tem um guizo para auxiliar os atletas.


Foto: Matsui Mikihito/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário