Atiradora chinesa Yang Qian conquista o primeiro ouro dos Jogos Olímpicos de Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Atiradora chinesa Yang Qian conquista o primeiro ouro dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Compartilhe

A atiradora chinesa Yang Qian é a primeira campeã olímpica dos Jogos de Tóquio-2020! Ela venceu a disputa da carabina de ar 10m no tiro esportivo, realizada nesta sexta-feira (23), no Asaka Shooting Range. A medalha de ouro veio no último disparo, quando ela assumiu a ponta. A prata ficou com Anastasia Galashina, do Comitê Olímpico Russo, e o bronze foi para Nina Christen, da Suíça.


Qian venceu a disputa com 251.8 pontos no total, novo recorde olímpico. Com esse ouro, a China passa a ser o primeiro país a liderar o quadro de medalhas em Tóquio-2020 e volta a conquistar a prova, que não ganhava desde Londres-2012. A nação asiática tem agora três ouros na carabina de ar em toda a sua história olímpica.


A FINAL

Na primeira etapa da final, quando as oito atletas fizeram dez disparos, Qian ficou na frente com 104.7 pontos, seguida Galashina e a norueguesa Jeannete Duestad, ambas com 104.4 na pontuação. As eliminações começaram na segunda fase. As duas primeiras eliminadas foram as sul-coreanas Park Heemoon e Eunji Kwon com 119. 1  e 145.4 pontos, respectivamente.


Galashina terminou os primeiros dois tiros da segunda fase na frente, seguida de Duestad.  Foi então que a disputa apertou. A campeã da etapa de Nova Délhi da Copa do Mundo, a norte-americana Mary Tucker, de 19 anos, foi a terceira eliminada com 166.0 pontos. Pouco depois, a francesa Oceanne Muller, da França, foi eliminada com 187.7 pontos.


Duestad não conseguiu se manter entre as três primeiras e foi a quinta eliminada com 209.3, apenas seis décimos da suíça Nina Christen, que passou pra briga por medalha. Na penúltima disputa, Christen marcou 10.0 e 10.7 ficando com o bronze, fazendo 230.6 pontos


Qian e Galashina partiram pra disputa do ouro separadas por 0.1 pontos. Após o primeiro tiro, Galashina  aumentou a diferença pra 0.2. No último disparo, a chinesa fez 9.8 contra 8.7 da adversária e virou, ficando com  251.8 pontos no total, novo recorde olímpico. Anastasia ficou com a prata com 251.1. 


Foto em destaque: Ann Wang/ Reuters



Nenhum comentário:

Postar um comentário