Titulares e reservas brilham e Brasil supera a Sérvia sem dificuldades pela Liga das Nações - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Titulares e reservas brilham e Brasil supera a Sérvia sem dificuldades pela Liga das Nações

Compartilhe

O Brasil fez jogo tranquilo e venceu a sérvia por 3 a 0 para abrir a terceira semana da Liga das Nações feminina. Em jogo sem muitas dificuldades, as brasileiras dominaram as sérvias desde o início e fecharam as parciais por 25-12/25-14 e 25/13. A Sérvia é uma das seleções que está disputando a VNL com um time bastante jovem enquanto poupa as titulares.


A maior pontuadora da partida foi a oposta Tandara, que marcou 12 pontos. Tandara segue como a maior pontuadora da seleção brasileira na competição. Do lado sérvio, Mirosavljevic marcou 8 pontos. Ao final do jogo, Mirosavljevic, capitã sérvia, exaltou a qualidade de jogo brasileira e disse ter sido uma ótima experiência jogar contra estrelas mundiais do esporte.


O time titular do Brasil foi o que já vinha sendo utilizado nos últimos jogos, com Macris, Fê Garay, Gabi, Tandara, Carol Gattaz e Carolana, além da líbero Camila Brait. A seleção da Sérvia começou o jogo com Caric, Lozo, Djordjevic, Markovic, Mirosavljevic, Kocic e a líbero Gocanin


Com o jogo sob o controle da seleção brasileira desde o início, o técnico José Roberto Guimarães teve bastantes oportunidades para realizar trocas e colocar outras jogadoras em quadra. Ao longo do jogo, entraram Dani Lins, Sheilla, Mayany e a promessa Ana Cristina, de apenas 17 anos. A líbero Camila Brait também deu lugar à jovem Nyeme, que fez sua estreia na competição.


Após o jogo, Fernanda Garay avaliou a performance da equipe: "Estávamos preparadas para um jogo difícil, porque sabemos que elas são um time jovem de muita qualidade. Procuramos nos preparar muito para fazer a melhor partida possível e acredito que a gente teve sucesso, conseguiu encontrar o ritmo da partida e conquistar a vitória."


Quando questionada sobre o Surto Olímpico sobre a importância de dar oportunidade para todas as atletas entrarem em quadra, Garay reforçou a importância dessa rodagem das atletas, principalmente para a reta final da competição. "É muito importante que a gente consiga revezar e todo mundo ganhar ritmo. Assim a equipe ganha cada vez mais entrosamento. A gente sabe que é um campeonato longo e com jogos muito difíceis; se nós queremos chegar nas nossas melhores condições nos jogos finais, precisamos contar com todo mundo, não só com quem está dentro de quadra, mas que quem esteja fora possa entrar e representar muito bem, talvez até mudar o jogo."


Amanhã, às 16h, a seleção brasileira enfrenta a Bélgica, que vem embalada de vitória importante e conta com a estrela de Herbots na competição. Garay avaliou a próxima adversária e chamou atenção para a qualidade da ponteira belga, que atualmente é a maior pontuadora da Liga das Nações.


"Estamos nos preparando para um partida muito difícil. A Bélgica é um time muito bom e muito jovem e tem uma jogadora importante (Herbots) que vem se destacado muito. É uma boa partida para a gente fazer nosso melhor e brigar pela vitória", concluiu.


Foto: Divulgação/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário