Lançadora responde a críticas por ter dado as costas durante execução do hino dos EUA na seletiva do atletismo - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Lançadora responde a críticas por ter dado as costas durante execução do hino dos EUA na seletiva do atletismo

Compartilhe


A atleta do lançamento de martelo, a estadunidense Gwen Barry, que deu as costas a bandeira americana durante cerimônia de entrega de medalhas no pódio da seletiva Olímpica dos Estados Unidos, respondeu as críticas dizendo “nunca disse que odeio esse país”, embora deixando claro o incomodo com a situação.

O protesto ocorreu no último sábado (26), e a lançadora ficou na terceira posição garantindo vaga para a sua segunda participação em Jogos Olímpicos.

Gwen foi ao pódio, e após as primeiras notas do “Star-Splagled Banner”, que é o hino nacional dos Estados Unidos, virou-se de costas e colocou uma camiseta na cabeça que continha a seguinte frase “atleta ativista”.


A atleta de 31 anos afirma que a execução do hino não fazia parte do protocolo oficial da competição e afirma que sente que foi uma situação proposital.

Foto: Ap Photo/Ashley Landis

Nenhum comentário:

Postar um comentário