Fase de grupos abre a edição 2021 do Superpraia, encerramento da temporada do Circuito Brasileiro - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Fase de grupos abre a edição 2021 do Superpraia, encerramento da temporada do Circuito Brasileiro

Compartilhe

O Superpraia, evento que encerra a temporada 20/21 do Circuito Brasileiro de vôlei de praia e reúne as 20 duplas de melhor ranking, começou nesta terça-feira (22) com a primeira rodada da fase de grupos nos dois naipes. Ao todo, foram disputadas 20 partidas nas três quadras da arena montada na Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx). O torneio continua na quarta (23), a partir de 8h.

O confronto que vai abrir a quadra 1 nesta quarta-feira, às 8h, será Oscar/Thiago (RJ/SC) contra Pedro Solberg/Arthur Lanci (RJ/PR), pelo Grupo D. Nesta terça, Oscar e Thiago começaram a competição superando Lipe/Anderson Melo (CE/RJ) por 21/19 e 21/17.

“A gente veio para esse primeiro dia com tudo, porque o primeiro jogo é sempre muito importante na competição. E a gente jogou contra um time que está empolgado, está jogando bem, então a gente sabia a importância de estar ligado, de fazer uma boa partida. A gente conseguiu sacar bem, fazer ótimos contra-ataques, definir também. Agora a gente vai para o próximo jogo tentando fazer nosso melhor, tentar colocar o mesmo ritmo, enfrentando uma equipe boa. É o último torneio da temporada, a gente tem que jogar leve, tem que se divertir, e aproveitar o máximo que der. Esporte é isso, diversão e competição”, disse Thiago.

Pedro Solberg e Arthur Lanci (RJ/PR) conquistaram a última vitória da manhã desta terça. Eles venceram Adrielson/Renato Andrew (PR/PB) por 2 sets a 1 (21/17, 18/21 e 15/12), pelo Grupo D.

“Foi suado porque é um time muito forte que a gente jogou. O Adrielson está jogando muito há um bom tempo, o Renato também. Acho que a gente começou mal os dois primeiros sets, mas teve a cabeça forte para buscar o jogo. Continuamos pensando ponto a ponto, firmes na nossa tática, e quando teve que mudar, acho que a gente mudou bem. Acho que foi legal por isso, a gente manteve a cabeça bem forte. Eu estou amarradão de jogar com o Arthur, ele é muito maneiro, divertido, a gente está próximo cada vez mais. A gente ainda não teve tanta oportunidade de treinar junto, acho que falta isso ainda, mas a gente está ganhando isso. A gente está pensando como time e acho que está olhando para frente junto. Então a gente vai acabar se estruturando mais para frente e, com certeza, vai chegar nas cabeças“, afirmou Pedro.

No Grupo A, George/André Stein (PB/ES) e Bernardo Lima/Eduardo Davi (CE/PR) começaram a competição com vitória. Guto/Arthur Mariano (RJ/MS) e Hevaldo/Adelmo (CE/BA) largaram na frente no Grupo B. No Grupo C, Bruno Schmidt/Evandro (DF/RJ) e Maia/Vinicius Cardozo (RJ) começaram com vitória. Vinicius Freitas/Vitor Felipe (ES/PB) e Allison Francioni/Fabio (SC/CE) venceram pelo Grupo E.

Na competição feminina, Ana Patricia/Rebecca (MG/CE) e Erica Freitas/Thati (MG/PB) ganharam na primeira rodada do Grupo A. Bárbara Seixas/Carol Solberg (RJ) e Verena/Angela (CE/DF) abriram o Grupo B com vitória.

Elize Maia/Thamela (ES) e Aline/Neide (SC/AL) venceram pelo Grupo C. No Grupo D, Taiana e Hegê (CE) venceram Tory/Ana Luiza (CE/SC) por 21/14 e 21/12, e Juliana e Josi (CE/SC) fizeram 21/14 e 21/13 contra Izabel/Teresa (PA/DF) pelo Grupo D.

“Acho que nós, do vôlei de praia, somos privilegiados de, no meio dessa loucura toda, ter a possibilidade de fazer campeonatos, com nível técnico maravilhoso. Poder fechar a temporada, ter condição de fazer uma temporada, acho que a gente já é privilegiado em relação a isso. Estou muito feliz porque há uma semana eu não sabia se vinha jogar porque tive uma lesão no tornozelo e isso estava me limitando. E eu estou aqui jogando e parece que não aconteceu nada. Então tenho dois momentos de gratidão: de poder estar fazendo o que eu amo e de ter a possibilidade de estar jogando. É gratidão mesmo, felicidade por poder estar jogando e ainda dando trabalho, ganhando jogos”, destacou Juliana.

No Grupo E, Tainá e Victoria (SE/MS) ganharam de Talita/Maria Elisa (AL/RJ) por 2 a 0 (22/20 e 21/12), e Andressa/Vitória (PB/RJ) venceram Fabrine/Solange (BA/DF) por 21/11 e 21/10.

“Nosso time está fazendo um grande trabalho. Estou muito feliz e orgulhosa pela dedicação. Acho que durante todo esse tempo difícil que a gente está vivendo, a gente conseguiu manter o foco, o trabalho forte. Agradecer nossa equipe, o CT Cangaço e o Fred, técnico da Vitória aqui no Rio, que deram todo suporte para a gente continuar firmes e sempre com a cabeça de evoluir. Evoluir nosso time, evoluir nosso jogo, ganhar mais bolas. Isso que a gente está mostrando em quadra é consequência do nosso trabalho. A gente está muito grata e só quer mais, mais e mais”, Andressa.

Foto: Ana Patricia/INOVAFOTO/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário