Brasil termina Pan-Americano de Ginástica Artística com 16 medalhas - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias


Neste domingo (6), os brasileiros dominaram as finais por aparelhos do Campeonato Pan-Americano de Ginástica Artística. Foram 16 pódios para o Brasil que terminou a competição com o primeiro lugar no quadro de medalhas.

Caio Souza levou três ouros neste domingo. O Brasileiro venceu a final das argolas com nota 14.700. No salto teve uma média 14.575, dessa vez acertando o Dragulescu (14.650): duplo mortal para frente com meia volta, onde tinha caído na qualificatória e mudando seu primeiro salto para um Tsukahara com tripla pirueta (14.500). Já nas barras paralelas, fez uma prova excelente, que lhe rendeu 14.900 pontos, com 8.8 de execução. Na mesma final, Diogo Soares levou o bronze com nota 14.050. Diogo teve a mesma pontuação do mexicano Josue Juarez, que ficou em quarto, mas terminou à frente porque teve uma melhor nota de execução.

No solo masculino, alguns favoritos tiveram quedas como o brasileiro Diogo Soares e o chileno Tomás González. Isso abriu espaço para uma surpresa: o ouro do equatoriano Israel Chiriboga que era um dos reservas da prova e conseguiu 13.550 em uma ótima apresentação. Tomás Rodrigues do Brasil levou a prata com 13.100 pontos. 

No cavalo com alças houve um empate triplo. Francisco Barretto Jr., do Brasil, Javier Sandoval, da Colômbia, e Santiago Mayol tiraram 13.000 pontos. No desempate (maior nota de execução), o ouro foi para o argentino, a prata para o colombiano e o bronze para o brasileiro.

Encerrando a competição no masculino, Arthur Nory e Diogo Soares tiveram quedas na barra fixa e ficaram longe do pódio. A Colômbia teve uma dobradinha com ouro para Javier Sandoval (13.900) e prata para Jose Martinez (13.300). Santiago Mayol da Argentina levou o bronze (12.900).

No feminino foram dois ouros, uma pratas e dois bronzes. No solo, Ana Luiza Lima levou a medalha de ouro com sua apresentação ao som de tango. A brasileira conseguiu 12.967 pontos, com direito à melhor nota de execução da prova (8.067). Martina Dominici, da Argentina levou a prata com 12.800. A medalha de bronze, também foi para o Brasil. Christal Bezerra garantiu 12.767 pontos.

Lorrane Oliveira nas barras assimétricas - Foto: Ricardo Bufolin/CBG

Lorrane Oliveira e Cristal Bezerra fizeram uma dobradinha nas barras assimétricas. Lorrane teve a melhor apresentação do dia com nota 13.867. Cristal levou a medalha de prata com 12.967 pontos. Na trave, Júlia Soares conseguiu a medalha de bronze com 12.333 pontos. O ouro foi para Luciana Alvarado da Costa Rica, com 13.033. A costarriquenha surpreendeu no individual geral, quando levou o bronze e uma vaga olímpica. 

O salto foi a única final feminina sem brasileiras. O ouro foi para Martina Dominici, da Argentina com 13.466, seguida de perto por Natalia Escaleras do México, com 13.443. Hillary Heron do Panamá foi bronze com 13.050. 

O Brasil ganhou nove ouros, duas pratas e cinco bronzes, totalizando dezesseis medalhas. A Argentina ficou no segundo lugar do quadro de medalhas com dois ouros, três pratas e cinco bronzes. A Colômbia terminou em terceiro com um ouro, três pratas e dois bronzes. O Pan-Americano de Ginástica continua na próxima semana, com a disputa da ginástica rítmica e de trampolim, com possibilidade do Brasil conquistar vagas olímpicas nas duas modalidades.

RESULTADOS FINAIS

Solo masculino:
1. Israel Chiriboga (ECU) 13.550
2. Tomás Rodrigues (BRA) 13.100
3.  Julian Jato (ARG) 13.050
4. Francisco Rojo (MEX) 13.000
5. Javier Cervantes (MEX) 12.400
6. Tomás González (CHI) 12.350
7. Ignacio Varas (CHI) 11.450
8. Diogo Soares (BRA) 11.000

Cavalo com alças:
1. Santiago Mayol (ARG) 13.000
2. Javier Sandoval (COL) 13.000
3. Francisco Barretto Jr. (BRA) 13.000
4. Javier Cervantes (MEX) 12.450
5. Israel Chiriboga (ECU) 12.400
6. Jossimar Calvo (COL) 12.150
7. Caio Souza (BRA) 11.650
8. Luca Alfieri (ARG) 9.450

Argolas: 
1. Caio Souza (BRA) 14.700
2. Federico Molinari (ARG) 14.500
3. Kristopher Bohorquez (COL) 14.350
4. Fabian de Luna (MEX) 14.250
5. Daniel Villafañe (ARG) 14.100
6. Javier Sandoval (COL) 13.400
7. Javier Cervantes (MEX) 13.100
8. Leandro Peña (DOM) 10.750

Salto Masculino:
1. Caio Souza (BRA) 14.575
2. Fabian de Luna (MEX) 14.175
3. Daniel Villafañe (ARG) 14.025
4. Victor Rostagno (URU) 13.650
5. Tomás Rodrigues (BRA) 13.525
6. Francisco Rojo (MEX) 13.250
7. Wilfry Contreras (DOM) 12.800

Barras Paralelas:
1. Caio Souza (BRA) 14.900
2. Javier Sandoval (COL) 14.500
3. Diogo Soares (BRA) 14.050 
4. Josue Juarez (MEX) 14.050
5. Julian Jato (ARG) 13.700
6. Israel Chiriboga (ECU) 13.400
7. Jossimar Calvo (COL) 13.100
8. Santiago Mayol (ARG) 12.950

Barra Fixa:
1. Javier Sandoval (COL) 13.900
2. Jose Manuel (COL) 13.300
3. Santiago Mayol (ARG) 12.900
4. Israel Chiriboga (ECU) 12.800
5. Luca Alfieri (ARG) 12.600
6. Jeordy Ramirez (DOM) 12.500
7. Diogo Soares (BRA) 12.500
8. Arthur Nory (BRA) 11.500

Salto feminino:
1. Martina Dominici (ARG) 13.467
2. Natalia Escalera (MEX) 13.433
3. Hillary Heron (PAN) 13.050
4. Alaís Perea (ECU) 12.783
5. Karla Navas (PAN) 12.734
6. Yiseth Valenzuela (COL) 12.650
7. Franchesca Santi (CHI) 12.634
8. Ana Palacios (GUA) 12.384

Barras assimétricas:
1. Lorrane Oliveira (BRA) 13.867
2. Christal Bezerra (BRA) 12.967
3. Martina Dominici (ARG) 12.767
4. Daniela Briceño (MEX) 11.933
5. Natalia Escalera (MEX) 11.800
6. Annalise Newman-Achee (TRI) 11.667
7. Brisa Carraro (ARG) 10.900
8. Angelica Mesa (COL) 10.500

Trave:
1. Luciana Alvarado (CRC) 13.033
2. Paulina Campos (MEX) 12.433
3. Julia Soares (BRA) 12.333
4. Martina Dominici (ARG) 12.267
5. Christal Bezerra (BRA) 12.067
6. Daniela Briceño (MEX) 11.900
7. Karla Navas (PAN) 11.100
8. Abigail Magistrati (ARG) 10.867

Solo feminino:
1. Ana Luiza Lima (BRA) 12.967
2. Martina Dominici (ARG) 12.800
3. Christal Bezerra (BRA) 12.767
4. Abigail Magistrati (ARG) 12.333
5. Natalia Escalera (MEX) 12.200
6. Alaís Perea (ECU) 11.833
7. Franchesca Santi (CHI) 11.533
8. Daniela Briceño (MEX) 10.133

Fotos: Ricardo Bufolin/CBG

Nenhum comentário:

Postar um comentário