Taiwan carimba quatro vagas em Tóquio-2020 no Pré-Olímpico Asiático de taekwondo - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Taiwan carimba quatro vagas em Tóquio-2020 no Pré-Olímpico Asiático de taekwondo

Compartilhe


Foi encerrado neste sábado (22), em Amã, na Jordânia, o Pré-Olímpico Asiático de taekwondo, o último torneio qualificatório da modalidade para os Jogos Olímpicos de Tóquio. A competição distribuiu 16 vagas, duas por categoria, e nove país conseguiram classificar pelo menos um atleta. O grande destaque ficou com Taiwan, que garantiu quatro cotas com um aproveitamento de 100%.


De acordo com as regras do sistema qualificatório do taekwondo, um país pode inscrever, no máximo, dois atletas por naipe em um torneio pré-olímpico continental. O Taiwan garantiu classificação com todos os quatro taekwondistas que enviou à competição: entre os homens, Huang Yu-jen (68kg) e Liu Hei-ting (80kg); e entre as mulheres, Su Po-ya (49kg) e Lo Chia-ling (57kg).


Curiosamente, os dois taiwaneses serão adversários dos brasileiros em Tóquio. Huang Yu-jen está na mesma categoria de Netinho - ambos foram medalhistas de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2014 -, enquanto Liu Hei-ting é do mesmo peso de Ícaro Miguel. Também se classificaram nessas categorias Ulugbek Rashitov, do Uzbequistão, e Saleh Al-Sharabaty, da Jordânia, respectivamente.


Outra brasileira garantida na Olimpíada, Milena Titoneli também conheceu as asiáticas que serão suas rivais da categoria até 67kg: Julyana Al-Sadeq, da Jordânia, e Nigora Tursunkulova, do Uzbequistão. Enquanto a uzbeque venceu apenas uma luta para ficar com a vaga, a jordanense apenas precisou estar dentro dos limites de peso da categoria, já que somente três atletas estavam inscritas, naquela que foi a disputa mais esvaziada da competição.


Depois do Taiwan, o Uzbequistão foi o país que teve mais classificados, três. Cazaquistão e Jordânia tiveram dois, enquanto China, Irã, Filipinas, Tailândia e Vietnã conseguiram uma vaga cada. Principal potência do taekwondo mundial, a Coreia do Sul não enviou atletas ao Pré-Olímpico, já que já havia garantido seis vagas - três por naipe - por meio dos rankings mundiais. 


Com a classificação de Sun Hongyi na categoria acima de 80kg, a China também chegou a seis cotas olímpicas e igualou o número da Coreia do Sul. O país da Muralha terá quatro mulheres e dois homens em Tóquio. No mesmo peso de Hongyi, o cazaque Ruslan Zhaparov ficou com a outra vaga, despachando Ali Akbar Amiri, do Time Olímpico dos Refugiados, nas semifinais.


Lista dos classificados no Pré-Olímpico da Ásia de taekwondo:

Masculino

58kg: Kurt Barbosa (PHI) e Ramnarong Sawekwiharee (THA)
68kg: Huang Yu-jen (TPE) e Ulugbek Rashitov (UZB)
80kg: Saleh Al-Sharabaty (JOR) e Liu Wei-ting (TPE)
+80kg: Sun Hongyi (CHN) e Ruslan Zhaparov (KAZ)

Feminino

49kg: Su Po-ya (TPE) e Truong Thi Kim Tuyen (VIE)
57kg: Nahid Kiani (IRI) e Lo Chia-ling (TPE)
67kg: Julyana Al-Sadeq (JOR) e Nigora Tursunkulova (UZB)
+67kg: Cansel Deniz (KAZ) e Svetlana Osipova (UZB)

Foto de capa: World Taekwondo

Nenhum comentário:

Postar um comentário