Ministério da Saúde define vacina da Pfizer como o imunizante a ser aplicado nos atletas - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Ministério da Saúde define vacina da Pfizer como o imunizante a ser aplicado nos atletas

Compartilhe

 



Horas após anunciar o início da campanha de vacinação para Tóquio, o Ministério da Saúde confirmou que os atletas serão imunizados com a vacina da Pfizer. A razão pela escolha é a aceitação do imunizante em grandes centros como a Europa e os EUA, enquanto a Coronavac não tem aprovação em nenhum desses lugares.


A confirmação foi feita pelo ministro Marcelo Queiroga em audiência pública da Comissão de Esportes da Câmara.


Por uma questão estratégica, vamos usar a Pfizer, porque é uma vacina que já está aprovada em todos os países e não vai haver qualquer tipo de óbice a nossos atletas, além do que a vacina tem um prazo curto entre a primeira dose e a segunda dose, de tal sorte que vai promover a imunização dos atletas.


O Brasil receberá 4 mil doses do imunizante da farmacêutica belga, para serem aplicadas em 1.814 pessoas da delegação que viajará para Tóquio, o restante será doado junto a 8 mil doses da Coronavac ao SUS. A cada dose aplicada nos atletas, duas serão aplicadas na população, segundo o ministério.


A vacinação de atletas, comissões e credenciados não afetará o PNI (Programa Nacional de Imunização), já que as doses utilizadas virão diretamente do COI, ou seja, nenhuma delas retiradas das  adquiridas junto a empresa.


A imunização começará nesta quarta (12) nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza e na próxima segunda-feira (17) em Brasília e Porto Alegre. A cidade de Belo Horizonte também participará da campanha de imunização, porém, ainda não teve a data divulgada.


Foto em destaque: Dado Ruvic/Reuters

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário