Eliud Kipchoge da a volta por cima e vence a Maratona de Twente, nos Países Baixos - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Eliud Kipchoge da a volta por cima e vence a Maratona de Twente, nos Países Baixos

Compartilhe


O queniano Eliud Kipchoge de 36 anos, recordista mundial e o primeiro homem a correr a maratona em menos de duas horas em condições especiais, venceu no domingo (18/04) a NN Mission Marathon em Twente, Países Baixos dando a volta por cima depois de sofrer uma dura derrota na Maratona de Londres em outubro passado, terminando em oitavo lugar na chuva e relatando problemas físicos

Mas depois do que foi apenas sua segunda derrota em 11 maratonas, e a primeira em sete anos, Kipchoge voltou ao topo do pódio depois de escapar do companheiro de treino Jonathan Korir faltando 10 km dos 42,2 km restantes, passando a linha de chegada com o tempo de 02:04:30.

A corrida foi originalmente planejada para acontecer em Hamburgo em 11 de abril, antes que a situação do coronavírus local obrigasse os organizadores a buscar uma data e local alternativos.

"É uma missão cumprida", disse Kipchoge.

"As condições estavam muito boas, com um pouco de vento, mas não tenho queixas, estamos todos a correr como um só.

“A corrida foi realmente perfeita".

"A NN Mission Marathon foi um verdadeiro teste antes de Tóquio.

“Foi tão bom que uma maratona aconteceu alguns meses antes das Olimpíadas para testar nossa condição física.

“Agradeço aos grandes homens e mulheres que organizaram esta prova em menos de 10 dias.

"Organizar isso no meio de uma pandemia e mostrar que as pessoas ainda podem correr e fazer sua melhor corrida antes das Olimpíadas é muito importante."

O queniano Korir foi recompensado com um recorde pessoal de cinco segundos, registrando 2:06:40 em segundo lugar e recebendo um abraço pós-corrida do vencedor.

Goitom Kifle da Eritreia reduziu dois segundos do seu melhor tempo para terminar em terceiro lugar a 2:08:07.

Mais de 70 outros atletas estavam usando a corrida em um percurso circular especialmente projetado no Aeroporto de Twente, que foi fechado ao público para garantir sua vaga em Tóquio 2020 ou se preparar para o evento olímpico.

A corrida, anunciada como "o caminho mais rápido para Tóquio", correspondeu às expectativas, pois 25 atletas - 15 homens e 10 mulheres - seguiram os padrões de qualificação automática olímpica.

Na corrida feminina, a alemã Katharina Steinruck levou quase um minuto e meio de seu melhor resultado para vencer em 2:25:59.

Sara Moreira, de Portugal, foi recompensada por uma boa exibição ao terminar em segundo lugar em 2:26:42 com a alemã Rabea Schöneborn, que terminou rapidamente, reduzindo seu recorde pessoal em mais de um minuto e meio para ficar em terceiro lugar em 2: 27:03.

O diretor de Comunicação Esportiva Global, Jos Hermens, disse: "É tão especial que conseguimos organizar esta corrida em tão pouco tempo.

“Esta é a oportunidade competitiva que os atletas merecem, enquanto perseguem o sonho de uma passagem olímpica.

"Estes são tempos desafiadores e estou muito feliz e orgulhoso por nos reunirmos com nossos parceiros para tornar isso possível."

Foto: Divulgação/ Olympic Channel


Nenhum comentário:

Postar um comentário