Seletiva olímpica da natação terá número limitado de atletas e "repescagem" para quem testar positivo para Covid-19 - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Seletiva olímpica da natação terá número limitado de atletas e "repescagem" para quem testar positivo para Covid-19

Compartilhe


A CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) anunciou nesta quinta-feira (11) as normas sanitárias e técnicas para a disputa da seletiva olímpica da natação, que ocorrerá entre os dias 19 e 24 de abril, no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro. O evento selecionará os atletas que representarão o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio.


Diante do agravamento da pandemia da Covid-19 no Brasil, a entidade resolveu limitar a seletiva a 120 atletas participantes, e os nadadores só poderão estar presentes nas provas em que ele for competir. Além disso, está vetada presença de público, mesmo sendo familiares ou amigos dos nadadores. A confederação também optou por não fazer contagem de pontos entre clubes na competição e nem permitir a presença de nadadores estrangeiros na seletiva.


A CBDA também anunciou que, caso um nadador ou nadadora teste positivo entre 19 de março de 2021 e a data da seletiva (19 de abril de 2021), ele ou ela poderá participar de uma "repescagem", realizando uma tomada de tempo em uma data mais próxima aos Jogos Olímpicos desde que cumpra todas as seguintes condições:


Comprovar o teste positivo e comunicar a CBDA em menos de 24h do recebimento do resultado; O teste tem de ser confirmado pela comissão médica da confederação, que entrará em contato com o laboratório; O atleta não pode ter participado da seletiva.


Foto: Sátiro Sodré/ SS Press/ CBDA

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário