Presidente do Comitê Organizador afirma que Olimpíada de Tóquio terá número limitado de espectadores - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Presidente do Comitê Organizador afirma que Olimpíada de Tóquio terá número limitado de espectadores

Compartilhe


Está cada vez mais concreta a ideia de que os Jogos Olímpicos de Tóquio serão realizados este ano, entre 23 de julho e 08 de agosto. Uma das maiores dúvidas que ainda movimenta os bastidores da organização é se os eventos terão a presença de público. Em meio à tantas especulações, a presidente do Comitê Organizador dos Jogos, Seiko Hashimoto, afirmou neste domingo (28) que a Olimpíada deverá ter, sim, espectadores, mas em um número limitado.


"Quando pensamos na possibilidade de realizar as Olimpíadas sem torcedores nas arquibancadas, os atletas se perguntam por que não há torcedores apenas para as Olimpíadas e Paralimpíadas quando outras competições estão permitindo a presença de espectadores", disse Hashimoto, conforme noticiado pelo jornal Asahi Shimbun.


Uma reunião, que terá como uma das pautas principais a questão da torcida nos Jogos, está marcada para a próxima semana, envolvendo Comitê Olímpico Internacional (COI), Governo de Tóquio, Comitê Organizador e Comitê Paralímpico Internacional (IPC)


De acordo com a agência Kyodo News, a decisão será definida em duas etapas: uma, a ser tomada em 25 de março, definirá a presença de público estrangeiro; e a outra definirá a quantidade de pessoas nas arquibancadas que, segundo o presidente do COI, Thomas Bach, será tomada entre abril e o começo de maio.

 

Bach e a entidade que rege o Movimento Olímpico defendem que uma decisão final seja tomada o mais tardar possível, mas têm consciência que isto não é possível por conta da burocracia dos torcedores que envolve ingressos, logística e viagens. "Todo mundo quer uma decisão antecipada sobre a direção a ser tomada em relação aos fãs para preparar os ingressos e as acomodações nos hotéis", disse Hashimoto.


Antes da pandemia, cerca de 4,5 milhões de ingressos haviam sido vendidos para a Olimpíada, e 970 mil para a Paralimpíada. Após o adiamento dos Jogos, os organizadores informaram que eles permaneceriam válidos para 2021, mas os torcedores que se sentissem lesados poderiam pedir reembolso. Em dezembro de 2020, 810 mil japoneses pediram seu dinheiro de volta.


Foto de capa: Charle Triballeau/AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário