Rússia disputará Mundial de Handebol masculino com novo nome e bandeira após banimento - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Rússia disputará Mundial de Handebol masculino com novo nome e bandeira após banimento

Compartilhe

Foto: Andreas Hillergren/REUTERS




A Federação Internacional de Handebol (IHF) determinou que a Rússia poderá levar sua seleção para a disputa do Mundial de Handebol masculino, que começará dia 13 de janeiro, no Egito. No entanto, haverá a substituição de seu nome e bandeira, devido o banimento que o país terá que cumprir por dois anos pelos casos de doping em massa.





No Mundial de Handebol a Rússia será chamada de Equipe da Federação Russa de Handebol, com a sigla RHF, que substituirá a abreviação padrão. Além disso, a bandeira será o logotipo da Federação Russa da modalidade, sem texto, como afirmou a IHF.





Porém, a entidade vive um impasse sobre qual hino tocar durante os jogos da equipe russa. O que se sabe é que o hino nacional também não poderá ser reproduzido. A IHF está em contato com o Comitê Olímpico Internacional (COI) para definir um substituto para o tema.





“Caso nenhuma abordagem consistente seja encontrada até o início do campeonato mundial masculino de 2021, o hino da IHF será tocado”, disse a entidade.





Quanto aos uniformes da equipe russa, a IHF afirmou que “qualquer símbolo nacional, bandeira ou abreviatura deve ser substituído pelo logotipo da federação nacional. O uso da palavra Rússia deverá ser evitado nas roupas e se ocorrer, o termo ‘Atleta Neutro’ deverá ser fixado nas peças, no mesmo tamanho do termo Rússia”.





A IHF disse ainda que consultou o COI e o Comitê Olímpico Russo "para garantir que todos os requisitos relativos à decisão do CAS fossem atendidos". Tais condições de participação no evento foram compartilhadas com a Federação Russa de Handebol na última sexta-feira (25).





A equipe russa terá como adversários no grupo H do mundial a Bielorrússia, Eslovênia e Coreia do Sul. A Rússia foi campeã nas edições de 1993 e 1997.


Nenhum comentário:

Postar um comentário