De olho em Tóquio, Guilherme Costa vai ao Troféu Brasil de Natação como avaliação para a seletiva olímpica - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

De olho em Tóquio, Guilherme Costa vai ao Troféu Brasil de Natação como avaliação para a seletiva olímpica

Compartilhe




O Troféu Brasil de Natação começa nesta quarta-feira (9), no Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, mas a cabeça do nadador Guilherme Costa está em abril, na seletiva olímpica de Natação, marcada para o Parque Aquático Maria Lenk, também na capital fluminense. O atleta da seleção brasileira e do Minas Tênis Clube, porém, considera importantíssima a participação nesta que vai ser a única competição presencial e a nível nacional de 2020.


“Vai ser muito importante nadar o Troféu Brasil. Será uma competição de alto nível, a única nacional de 2020. Por ser uma competição forte, acho que vai ser muito importante para eu saber como eu estou, se os treinos que eu fiz vão dar resultado, se eu vou conseguir transferir o que eu treinei para dentro da piscina”, disse o nadador.


Recordista sul-americano nos 400m, 800m e 1500m livre, Guilherme Costa chega ao Troféu Brasil querendo realizar testes. Depois de todo o período de isolamento treinando em casa, o retorno às piscinas teve uma mudança: o estilo de nado. Após alguns meses de treinos e tomadas de tempos, o atleta vai ao Troféu Brasil querendo avaliar seu nível técnico de olho na seletiva olímpica de 2021.


Não só isso, Guilherme acrescentou mais duas provas ao seu programa de disputas: os 200m livre e os 200m borboleta.


“Nadar muitas provas vai ser bom para eu saber quais provas eu nado na seletiva, quais provas eu estou melhor ou não. Vou nadar provas novas como os 200m livre e os 200m borboleta, que é uma prova que eu estou treinando muito bem e que eu quero ver como vou sair me competindo e mais para frente pode ser uma prova que eu nade”, completou.


Atualmente, Guilherme Costa é o único nadador brasileiro a ter nadado para o índice olímpico em três provas diferentes: 400m, 800m e 1500m livre. Aos 21 anos e tido como uma das principais revelações da Natação brasileira, Guilherme Costa é o detentor dos recordes sul-americanos em piscina longa nas três provas.


Foto: Sátiro Sodré

Nenhum comentário:

Postar um comentário