Campeã mundial dos 800m, Arzamasova recebe suspensão de quatro anos por doping


A meio fundista bielorrússa Marina Arzamasova, campeã mundial dos 800m em Pequim 2015, recebeu uma suspensão de quatro anos por doping, segundo a Unidade de Integridade do Atletismo (AIU). 

De acordo com a entidade, a atleta testou positivo para um agente anabolizante não permitido pela Agência Mundial Antidoping (WADA). O exame foi realizado em 2019, num período fora de competições. 

A atleta de 32 anos já tinha sido suspensa provisoriamente em agosto de 2019. Depois que sua amostra B foi examinada e também determinou um teste positivo, ela afirmou que seus suplementos haviam sido contaminados. 

No entanto, a AIU disse que Arzamasova falhou em provar que a violação não foi intencional. Mesmo assim, ela poderá apelar no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

“O Painel Disciplinar impõe um período de inelegibilidade de quatro anos por violação da regra antidoping, com início em 29 de julho de 2019 e conclusão à meia-noite de 28 de julho de 2023".

Foto: Reprodução/YouTube

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem