Brasil vence Uruguai e fecha 2020 na liderança das eliminatórias sul-americanas para a copa do mundo 2022 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Brasil vence Uruguai e fecha 2020 na liderança das eliminatórias sul-americanas para a copa do mundo 2022

Compartilhe

 

O Brasil enfrentou o Uruguai fora de casa e venceu por 2 a 0 em pleno estádio Centenário, em jogo válido pela quarta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. O resultado mantém a Seleção na primeira colocação, com 12 pontos. Mais do que isso: o time treinado por Tite segue com 100% de aproveitamento na competição, com quatro vitórias em quatro jogos, sem contar que a seleção brasileira está a 18 jogos sem perder como visitante.


O início de partida foi bem equilibrado e agitado em Montevidéu. O Uruguai em jogada de Darwin Núñez que terminou carimbando o travessão brasileiro logo no início do jogo. Aos poucos, o Brasil passou a trabalhar melhor a bola e conseguiu abrir o placar aos 33 minutos. A jogada começou com Everton Ribeiro pela ponta direita. Danilo recebeu passe e cruzou, Gabriel Jesus ajeitou e Arthur chegou para finalizar – o chute desviou na defesa uruguaia e entrou. 


A Seleção manteve o controle e conseguiu chegar ao segundo gol aos 44 minutos. Após cobrança de escanteio curta, Renan Lodi recebeu e cruzou na cabeça de Richarlison, que testou no canto para marcar. No último lance da etapa inicial, o Uruguai acertou outra vez o travessão em cabeceio de Godín, aproveitando falta cobrada por De La Cruz.



No segundo tempo, o Brasil voltou mais ofensivo, mas o terceiro gol não saiu. Aos 25 minutos, a situação ficou ainda mais confortável para o Brasil com o cartão vermelho direto para o uruguaio Cavani, por entrada dura em Richarlison. Inicialmente, o juiz havia aplicado o amarelo, mas a decisão foi revisada com o auxílio do árbitro de vídeo. Apesar disso, a Celeste tentou reagir e até balançou a rede logo depois com Cáceres, em bate-rebate após cobrança de escanteio. Porém, a arbitragem pegou posição irregular do lateral-direito e anulou o gol.


O próximo desafio da Seleção nas Eliminatórias será apenas em 25 de março de 2021, contra a Colômbia, ainda sem local definido. Brasil jogou com: Ederson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Arthur, Douglas Luiz (Bruno Guimarães), Everton Ribeiro (Lucas Paquetá); Gabriel Jesus, Richarlison (Everton) e Roberto Firmino.


Outros jogos


Toda a quarta rodada foi disputada nesta terça (17). E o que não faltou foi resultado surpreendente: tivemos em Quito a goleada do Equador em cima da Colômbia: 6x1 - gols de Mena, Arboleda, Estupiñán, Estrada, Arreaga e Plata, com James Rodriguez descontando para a Colômbia. Essa foi a maior goleada da história do confronto e terceira vitória seguida dos equatorianos.


A Venezuela venceu a primeira nas eliminatórias e a vítima foi o Chile, 2 a 1 em partida disputada em Caracas. Os gols da vinotinto foram marcados por Rondón e Del Pino Mago, com Vidal descontando para os chilenos. Foi a segunda vitória da Venezuela sobre o Chile na história das eliminatórias.


Já a Bolívia quase conseguiu sua primeira vitória, jogando fora de casa contra o  Paraguai. Ángel Romero de pênalti abriu o placar para os paraguaios, que levaram a virada ainda no primeiro tempo, após Marcelo Moreno e Céspedes marcarem. O gol de empate veio na etapa final, depois de muita pressão, com Alejandro Romero. Fim de jogo, 2x2 e muita reclamação de ambos os lados por conta da atuação  confusa do árbitro venezuelano Alexis Herrera. A Bolívia segue com o recorde mundial de jogos fora de casa em eliminatórias sem ganhar: 57 partidas. 


Peru e Argentina se enfrentaram em Lima e os argentinos conquistaram mais outra vitória, 2 a 0, ficando na vice-lideranças das eliminatórias. Os gols foram marcados por Nicolás González e Lautaro Martínez no primeiro tempo.


Confira abaixo a classificação das eliminatórias. em negrito a zona de classificação para a copa, em itálico, a zona de repescagem: 

1- Brasil 12 pontos

2- Argentina 10 pontos

3- Equador 9 pontos

4- Paraguai 6 pontos

5- Uruguai 6 pontos

6- Chile 4 pontos

7- Colômbia 4 pontos

8- Venezuela 3 pontos

9- Peru 1 ponto

10- Bolívia 1 ponto


fotos: CBF/Divulgação e twitter Conmebol

Nenhum comentário:

Postar um comentário