Luisa Stefani e Hayley Carter estreiam com vitória de virada em Roland Garros - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Luisa Stefani e Hayley Carter estreiam com vitória de virada em Roland Garros

Compartilhe

 


A duplista brasileira Luisa Stefani e sua parceira Hayley Carter, dos Estados Unidos, estrearam com vitória de virada no torneio de Roland Garros. Elas precisaram de 1h46 para baterem a espanhola Aliona Bolsova e a norueguesa Ulrikke Eikeripor 2 sets a 1, com parciais de 5-7, 6-1 e 6-3


Essa já é a melhor campanha de Luisa no Major parisiense, superando queda na primeira rodada na edição de 2019, quando jogou ao lado a australiana Astra Sharma. 


Luisa e Hayley enfrentarão na segunda rodada do torneio a dupla formada pela japonesa Miyu Kato e a eslovena Tamara Zidansek, que venceram a dupla anfitriã Tessa Andrianjafitrimo e Chloé Paquet por duplo 6-3.


O jogo


A dupla da brasileira começou a partida com ritmo mais forte, pressionando o saque das adversárias e conseguindo a quebra logo no quarto game do set, chegando a abrir 4-1 na parcial. No entanto, as adversárias devolveram a quebra no sétimo game e encostaram no placar, fazendo 5-5. 


Mais consistentes no fim da parcial, Bolsova e Eikeripor quebraram o serviço novamente, sem ceder pontos e fecharam o set por 7-5 na sequência. 


Já o segundo set foi tranquilo para a dupla da brasileira. Duas quebras de saque garantiram uma boa margem para Luisa e Hayley, que colocaram em quadra 92% do primeiro serviço e venceram 31 dos 50 pontos disputados, para fechar a parcial por 6-1. 


Na terceira parcial Luisa e Hayley precisaram reverter uma desvantagem de dois games, após terem sido quebradas. Elas engataram uma sequência de três quebras de serviço, o suficiente para conseguir virar o set, fechando por 6-3, confirmando a vitória na partida. 


Luisa e Hayley tiveram melhor aproveitamento dos break points, vencendo seis dos dez. Além disso, a dupla venceu 47% dos pontos recebendo o serviço das adversárias, que por sua vez efetuaram apenas 36%. 


Foto: Reprodução/Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário