ATP investiga fuga de tenista estadunidense da Rússia após resultado positivo de COVID-19 no ATP 500 de São Petersburgo - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

ATP investiga fuga de tenista estadunidense da Rússia após resultado positivo de COVID-19 no ATP 500 de São Petersburgo

Compartilhe

A Associação de Tenistas Profissionais (ATP) anunciou nesta quinta-feira (15) que está investigando a fuga de Sam Querrey (USA) da Rússia após ter sido diagnosticado com a COVID-19.


Querrey, de 33 anos, estava inscrito para disputa nesta semana o ATP 500 de São Petersburgo (RUS), mas acabou por testar positivo para a COVID-19, assim como sua esposa e filho.


De acordo com o jornalista Ben Rothenberg, foi solicitado que Querrey passasse uma quarentena de 14 dias em um hotel cinco estrelas da cidade russa, e o tenista acabou por receber um telefonema de que um médico realizaria exames neles e que poderia ser requisitada internação hospitalar.


Alegando uma possível separação de familia, Querrey, número 49 do ranking mundial, conseguiu um jato e sair com sua família da Rússia para um país desconhecido que não requer exames de COVID-19 para entrar.


Após saber do incidente, a ATP enviou uma mensagem aos tenistas, dizendo que aderir ao protocolo de segurança de cada torneio é critico para que ele ocorra normalmente dentro das normas estabelecidas pelas autoridade locais. A entidade disse ainda que jogadores e equipe que violem o protocolo podem por em risco a habilidade de realização do evento e a sequência do tour.


Caso seja punido com uma ofensa gravíssima, Querrey pode ser multado em até 100 mil dólares ou ser suspenso de um até três anos em torneios ATP.


Foto: AP

Nenhum comentário:

Postar um comentário