Parte da Missão Europa, equipes de ginástica artística e rítmica do Brasil estão em Portugal para treinamentos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Parte da Missão Europa, equipes de ginástica artística e rítmica do Brasil estão em Portugal para treinamentos

Compartilhe

Na sexta-feira (17), atletas das seleções brasileiras de Ginástica Artística e da Rítmica fizeram partede um contingente de mais de 70 atletas que embarcou para Portugal, onde retoma a preparação visando aos Jogos Olímpicos de Tóquio, que têm início marcado para o dia 23 de julho de 2021. É a chamada Missão Europa.

O grupo que embarcou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, foi o primeiro a se deslocar para a Europa. Outras delegações de atletas brasileiros tomarão o mesmo rumo até dezembro.

O Comitê Olímpico do Brasil criou protocolos rígidos. Todos os membros da delegação foram testados três dias antes do embarque. Os que faziam parte do grupo e apresentaram resultado positivo para o exame PCR não viajarão.

Ao desembarcar em Portugal, os componentes do Time Brasil vão se submeter a nova bateria de testagens (PCR e sorologia) e permanecerão em quarentena, isolados em dormitórios do centro de treinamento Rio Maior Sports Centre, localizado a 75km de Lisboa, até que sejam divulgados os resultados. Os atletas com testes negativos vão passar por avaliações físicas antes de serem liberados para os treinos, que deverão ter início na segunda-feira (20).

Marcos Goto, Coordenador da Seleção Brasileira de Ginástica Artística Masculina, enaltece o esforço realizado pelo COB e pela CBG para proporcionar condições de treinamento seguras aos atletas. “É uma ação inédita e de extrema importância para nós. É a primeira vez que embarcamos numa missão de treinamento sem uma competição em breve”, salienta. “Estão embarcando o grupo de atletas que está praticamente classificado e aqueles que vão lutar por duas vagas olímpicas que estarão em jogo no Pan-Americano previsto para maio, nos Estados Unidos”.

Camila Ferezin, Coordenadora de Seleções de Ginástica Rítmica e treinadora do conjunto, atribui extrema importância à missão. “Neste momento atípico e de dificuldade, o COB idealizou a Missão Europa, que é uma valiosíssima oportunidade de retomarmos nossos treinos de forma segura. Nossas ginastas continuam motivadas, com foco na classificação olímpica”.

A Ginástica Artística Masculina formatou um plano de preparação com muito cuidado, de forma a evitar lesões. Embora os ginastas tenham, nas últimas 16 semanas, se mantido ativos graças a uma série de treinamentos domiciliares coordenados com a ajuda de aplicativos, houve certo decréscimo na condição física e técnica, devido à impossibilidade de utilização de aparelhos. “Essa retomada será feita com muita cautela. A cada semana a carga muda. A ideia é que eles tenham um suporte físico no momento em que regressarmos ao Brasil”, adianta Goto.

Ainda não existe uma data prevista para o retorno, mas o treinador calcula que, no momento em que a delegação puder novamente utilizar os ginásios brasileiros, os treinamentos já possam ser feitos com toda a intensidade necessária para a preparação de atletas de alto nível. “Quando voltarmos, espero que possamos treinar a todo vapor”, diz Goto.

Camila também promete uma retomada suave num primeiro momento. “Vamos iniciar os treinamentos com bastante tranquilidade e carga baixa para que não ocorra nenhuma lesão, já que nossas ginastas ficaram durante 16 semanas treinando em suas casas, em espaços mais reduzidos e em condições bem diferentes das habituais”.

Goto já se sente em casa em Portugal. “Nós já conhecemos o ginásio e todas as instalações, que são excelentes. A temperatura nesta época está oscilando entre 34 e 36ºC, o que é bom para trabalhar. Somos muito bem recebidos sempre em Portugal, de forma que tudo é bem favorável”.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário