Museu Olímpico dos Estados Unidos será aberto nesta quinta - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Museu Olímpico dos Estados Unidos será aberto nesta quinta

Compartilhe

Um museu de 5.574 metros quadrados, incluindo um tributo inédito à equipe olímpica estadunidense de 1980, está programado para abrir em 30 de julho em Colorado Springs após um projeto de construção de três anos.

O Museu Olímpico e Paraolímpico dos EUA contará com 12 galerias que incluem exposições sobre treinamento de atletas, Jogos de Verão e Inverno e o Hall da Fama do Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOPC).

O projeto foi elaborada em 2012, quando os líderes olímpicos procuravam estabelecer o primeiro museu olímpico completo no país. O Centro Olímpico de Treinamento, localizado a alguns quilômetros do museu no centro de Colorado Springs, atrai mais de 130.000 visitantes por ano, mas possui espaço limitado para exposições.

Na inauguração do museu, três anos atrás, os líderes disseram que esperavam receber até 350.000 por ano, embora a pandemia de coronavírus tenha impactado nessa estimativa.

O museu está adotando as precauções de segurança que incluirão um programa de emissão de bilhetes programado para limitar o número de pessoas em qualquer exibição ao mesmo tempo.

Estima-se que o projeto tenha custado cerca de US$ 91 milhões (R$ 470 milhões), cerca de US$ 15 milhões (R$ 77 milhões) acima do valor relatado pela Associated Press no início de 2017. O aumento do custo é para cobrir a tecnologia de ponta que permitirá a cada visitante receba uma experiência quase personalizada.

Por exemplo, os visitantes poderão escolher um esporte ou atleta favorito, e um chip incorporado ao ticket solicitará que conteúdo específico apareça em cada exibição. O museu também terá um mapa interativo que permite aos visitantes aprender sobre os mais de 12.000 atletas que representarão o país nos Jogos.

Cerca de US$ 65 milhões (R$ 336 milhões) do custo de construção foram cobertos pela captação de recursos privados. O museu também recebeu US$ 26,2 milhões (R$ 135 milhões) da Comissão de Desenvolvimento Econômico do Estado do Colorado.

A abertura acontece durante o 40º aniversário das Olimpíadas de Moscou, que foram boicotadas pela equipe dos EUA em um protesto do governo contra a invasão da União Soviética no Afeganistão.

Muitos dos atletas que se classificaram para a equipe de 1980 nunca tiveram outra chance de competir nas Olimpíadas e, décadas depois, estão sendo homenageados no novo museu. A história deles será contada no final da exibição dos Jogos Olímpicos de Verão.

Foto: Associated Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário