Surto História: 23 de junho e a criação do Dia Olímpico - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Surto História: 23 de junho e a criação do Dia Olímpico

Compartilhe

Em 1947, o mundo ainda se recuperava da Segunda Guerra Mundial e o Comitê Olímpico Internacional (COI) se preparava para os Jogos Olímpicos de 1948: edição de inverno em St. Moritz (SUI) e a de verão, em Londres (GBR). A ideia de um dia para celebrar o olimpismo foi apresentada pela primeira vez pelo Doutor Gruss, um membro do Comitê Olímpico da Tchecoslováquia, que leu um relatório sobre a proposta de as comemorações de um Dia Olímpico Internacional. 

A instituição do Dia Olímpico Mundial auxiliaria a promover os ideais olímpicos. Em janeiro de 1948, enquanto o COI se preparava para a V Olimpíada de Inverno, a instituição também realizou sua 42ª Sessão do COI, em St. Moritz. Na Suíça, o projeto foi aprovado e os Comitês Olímpicos Nacionais ficaram responsáveis em organizar o evento. A data enfim, foi escolhida: 23 de junho, já que foi neste dia em 1894 que o Comitê Olímpico Internacional foi fundado por Dimitris Vikelas, seu primeiro presidente, e Pierre de Coubertin em Paris.

Finalmente, no dia 23 de junho de 1948, o então presidente do COI, Sigfrid Edström aproveitou a ocasião para enviar  uma mensagem aos jovens de todo o mundo. Áustria, Bélgica, Canadá, Grécia, Portugal, Reino Unido, Suíça, Uruguai e Venezuela organizaram um Dia Olímpico. 

Apesar de ter iniciado comemorações na metade do século passado, foi apenas em 1978 que o COI incluiu o Dia Olímpico na Carta Olímpica e uma indicação para que os Comitês Olímpicos Nacionais (CONs) organizem anualmente Dia Olímpico com o intuito de promover o Movimento Olímpico. 

Em 1987, o COI organizou a primeira Corrida do Dia Olímpico por todo o mundo, como uma forma de promover a prática em massa do esporte em todo o mundo. Quarenta e cinco CONs participaram da primeira edição, e atualmente mais de uma centena de países colaboram. Para este ano, o COI em parceria com CONs busca uma edição virtual para promover o Olimpismo em meio ao distanciamento social causado pela pandemia do novo coronavírus.

Atualmente, o COI e os respectivos CONs buscam difundir a filosofia do Olimpismo durante o Dia Olímpico. De acordo com o COI, existem três pilares para o desenvolvimento de atividades culturais, esportivas e educacionais: “mover-se”, “aprender” e “descobrir”. O Dia Olímpico deve lembrar a todos que os valores olímpicos dizem respeito a todos, “sem importar a idade, gênero, origem social ou habilidade esportiva”.





Para a edição de 2020, será distribuído um vídeo no Canal Olímpico, onde 23 atletas olímpicos mostrarão seus exercícios físicos favoritos. Já no canal do Instagram, atletas do mundo inteiro em 20 zonas de tempo diferentes farão exercícios ao vivo sempre às 11 horas da manhã local. A representante brasileira no vídeo será a medalhista do vôlei de praia Ágatha, enquanto Hugo Calderano estará às 11h (horário de Brasília).

Foto: Divulgação / COI

Nenhum comentário:

Postar um comentário