Fechamento de estádio para Jogos da Commonwealth em 2022 continua gerando polêmica - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Fechamento de estádio para Jogos da Commonwealth em 2022 continua gerando polêmica

Compartilhe

Os organizadores dos Jogos da Comunidade Britânica de Birmingham 2022 estão encontrando dificuldades neste período de retomada de atividades durante a pandemia. A polêmica da vez está relacionada ao fechamento considerado precoce do Alexander Stadium, que passará por reformas para receber o evento disputado pelos países-membros da Comunidade Britânica. 

Acontece que as instalações servem de centro de treinamento para diversos atletas da região de West Midlands, na Inglaterra. Além disso, um dos acordo feitos com a comunidade para a realização dos Jogos, é que nas fases iniciais da obra o estádio permanecesse aberto para uso. A notícia de que não seria mais possível utilizar o local foi considerada polêmica. 

Mas de acordo com as autoridades, o impacto da pandemia gerou atrasos e o medo do aumento da contaminação do coronavírus impedirá o acesso dos atletas ao estádio, que agora só deverá reabrir para treinamentos após a realização dos Jogos da Commonwealth. 

O Alexander Stadium terá sua capacidade aumentada para 40 mil lugares, sendo usado o artifício da arquibancada provisória. Entretanto, a capacidade real do estádio também aumentará, passando de 12.700 para 18.000 assentos. 

"Após a notícia que Birmingham foi nomeada cidade sede dos Jogos da Commonwealth de 2022, todos os envolvidos nas operações e no uso do Alexander Stadium ficaram emocionados com o legado de longo prazo que o evento sem dúvida garantirá ao local, como ponto principal de esporte, atividades, lazer, saúde e bem-estar", afirmou o Conselho da Cidade de Birmingham. 

"A intenção inicial era que a pista e as instalações relacionadas permanecessem disponíveis para uso durante as fases iniciais das obras de construção do estádio. No entanto, o impacto do COVID-19 nos cronogramas de construção e a orientação contínua do governo sobre o distanciamento social e o uso de instalações esportivas, agora significa que não é mais possível manter a pista aberta". 

"O cronograma de trabalho foi adiado por algumas semanas, mas ainda está absolutamente dentro dos prazos exigidos a tempo da entrega para Birmingham 2022", ressaltou o Conselho.

"Mas essa mudança e o impacto associado ao COVID-19 infelizmente fecharam a janela de oportunidade para algumas semanas finais de uso em 2020 e agora significa que o local vai virar um canteiro de obras ao longo de 2021 para atender ao programa desejado", concluiu. 

Essa não foi a primeira polêmica enfrentada pela organização do evento. Há pouco mais de duas semanas o parlamentar inglês Liam Byrne, representante de Birmingham no congresso, alertou para a possibilidade do governo não ser capaz de financiar os Jogos da Commonwealth por causa das consequências causadas pela pandemia. 

Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário