Batra critica decisão do Supremo Tribunal e declara pessimismo sobre desempenho olímpico da Índia - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Batra critica decisão do Supremo Tribunal e declara pessimismo sobre desempenho olímpico da Índia

Compartilhe

Presidente da Associação Olímpica da Índia (IOA), Narinder Batra criticou a decisão do Supremo Tribunal do país, que na última sexta-feira (26), retirou o reconhecimento de 54 federações esportivas nacionais. O mandatário correlacionou o fato a um possível insucesso durante os Jogos Olímpicos de Tóquio, no ano que vem.

“Estamos analisando as implicações disso, não sei se os treinamentos podem começar ou não. Como o governo financiará o que foi proibido em tribunal, e que permissão deve ser obtida nele? Vamos ter um problema sério e acho que não alcançaremos medalhas nas Olimpíadas de 2021, porque nenhuma preparação poderá acontecer. É uma bagunça completa”, disparou Batra.

A retirada deste reconhecimento para as federações ocorreu pela falta de informações repassadas ao Supremo Tribunal, algo que era obrigatório, como avaliações de desempenho, atividades produzidas e atletas participantes.

Geralmente o processo de reconhecimento é realizado em janeiro, com a decisão sendo divulgada no máximo até março, mas com a pandemia houveram atrasos e erros na entrega desses dados por parte do Ministério do Esporte na Índia e a IOA. 

Sem o reconhecimento das confederações esportivas nacionais, os atletas, incluindo aqueles classificados para as Olimpíadas, param de receber subsídios financeiros para treinamentos e competições de nível local ou internacional. 

Entretanto, nem todos concordam com o pessimismo de Batra. De acordo com o secretário da Federação Indiana de Tênis, Hiranmoy Chatterjee, a situação "deve ser resolvida rapidamente".

"É uma falha técnica que será corrigida. É uma questão menor. De qualquer forma, não há nenhum esporte agora devido ao bloqueio induzido pelo coronavírus. Portanto, como podemos dizer que isto afetará os preparativos dos atletas para as Olimpíadas? Estou confiante de que antes que a normalidade volte, tudo será resolvido". 

O mesa-tenista Sharath Kamal seguiu a linha de Chatterjee, e disse que os atletas não devem se preocupar com a questão. "É uma questão de papelada. Pode ser resolvido. Acho que não haveria nenhum empecilho para um atleta em relação ao subsídio. De qualquer forma, neste momento, tudo está parado. Portanto, não vamos perder o sono com isso", disse Sharath. 

Foto: PTI

Nenhum comentário:

Postar um comentário