COI aprova e canção territorial das Ilhas Virgens Britânicas está autorizada a tocar nos eventos internacionais - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

COI aprova e canção territorial das Ilhas Virgens Britânicas está autorizada a tocar nos eventos internacionais

Compartilhe

Os quase 30 mil habitantes das Ilhas Virgens Britânicas têm muito motivo para comemorar. Depois de dois anos em negociações, o Comitê Olímpico Internacional (COI) finalmente aprovou a utilização da canção territorial virginense de "Oh, Beautiful Virgins Islands" em competições esportivas internacionais, substituindo o hino nacional de "God Save the Queen".

A partir deste momento, a música pode ser utilizada para representar as Ilhas Virgens Britânicas nos eventos sob a tutela do COI e de suas afiliadas. Assim, atletas virginenses que subirem no lugar mais alto do pódio nos Jogos Olímpicos ou em Jogos Pan-Americanos, por exemplo, escutarão a canção que exala a identidade de seu país. Em entradas de competições internacionais, como jogos Fifa, a orquestra também será tocada.

"A motivação e a emoção associadas à representação do seu país em uma grande competição não podem ser subestimadas. Ouvir sua música nacional tocando quando você entra em uma arena ou quando está no pódio aumenta o senso de conquista e orgulho e ressalta todos os sacrifícios, tempo e esforço que atletas, equipes e sua base de apoio fazem para se qualificar e competir", destacou o orgulhoso presidente do Comitê Olímpico das Ilhas Virgens Britânicas (BVIOC), Ephraim Penn.

As Ilhas Virgens Britânicas eram uma das últimas nações a não ter uma música nacional disponível para ser tocada nos eventos esportivos. O processo para obter o direito por sua representatividade territorial partiu de Penn, em 2018, sendo acompanhada pelo Ministro da Educação e Cultura do país, Natalio D. Wheatley.

A ideia surgiu depois que Kyron McMaster venceu os 400m com barreiras nos Jogos da Commonwealth de Gold Coast 2018 e colocou as Ilhas Virgens Britânicas no pódio dos Jogos da Comunidade Britânica pela primeira vez na história. A emoção dos habitantes virginenses foi imensa, de acordo com a BVIOC, mas poderia ter sido ainda mais especial se houvesse a canção territorial da ao invés do hino que vincula a nação à Europa.

É importante destacar que as Ilhas Virgens Britânicas, um arquipélago do Caribe, são uma nação independente, mas que fazem parte do protetorado britânico, sendo protegida diplomática e militarmente pelo Reino Unido. 

A canção "Oh, Beautiful Virgin Islands" foi originalmente composta em 2012 pelos irmãos virginenses Ayana Hull e Kareem Nelson Hull, logo adotada como canção territorial oficial das Ilhas Virgens Britânicas em julho do mesmo ano. "God Save the Queen" continua sendo o hino oficial da nação.

Além da conquista de McMaster, em GoldCoast-2018, as Ilhas Virgens Britânicas também já obtiveram cinco ouros, uma prata e um bronze nos Jogos Centro-Americanos e do Caribe. Em 2019, a nação também conquistou sua primeira medalha nos Jogos Pan-Americanos, com o ouro de Chantel Malone no salto em distância. O país jamais conquistou uma medalha nos Jogos Olímpicos.

Para a Olimpíada de Tóquio, no próximo ano, as Ilhas já possuem dois atletas com índice olímpico no atletismo: Kyron McMaster, nos 400m com barreiras, e Eldred Henry, no arremesso de peso. Na Rio-2016, houve quatro atletas virginenses e a maior delegação olímpica do arquipélago foi em Los Angeles-1984, quando nove atletas estiveram presentes.

Caso queira escutar a canção territorial virginense, clique aqui.

Foto: Paul Chidi/REUTERS

Nenhum comentário:

Postar um comentário