Novak Djokovic se diz contrário à vacinação obrigatória de tenistas contra o coronavírus - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Novak Djokovic se diz contrário à vacinação obrigatória de tenistas contra o coronavírus

Compartilhe

O tenista sérvio Novak Djokovic, disse em videoconferência com outros atletas sérvios, que é contrário aos tenistas serem obrigatoriamente vacinados contra o coronavírus.

"Pessoalmente, sou contra a vacinação e não gostaria de ser forçado por alguém a tomar uma vacina para poder viajar", apontou Djokovic. "Mas, se for obrigatório, o que acontecerá? Terei que tomar uma decisão. Tenho meus próprios pensamentos sobre o assunto e se esses pensamentos mudarão em algum momento, eu não sei", completou. 

No mês passado a ex-tenista francesa Amelie Mauresmo, disse que a temporada de 2020 no tênis só poderia ser salva caso houvesse uma vacina pronta para que os tenistas fossem imunizados contra o coronavírus. 

"Circuito internacional = jogadores de todas as nacionalidades, além de dirigentes, espectadores e pessoas dos quatro cantos do mundo que dão vida a esses eventos. Sem vacina = sem tênis", disse a bicampeã do Grand Slam em uma postagem no twitter.


Enquanto as pessoas aguardam a vacina contra o coronavírus, para voltarem a viver normalmente e sem medo, a medicina mundial não crê que a imunização fique pronta em 2020, colocando em dúvida diversos eventos esportivos que foram adiados ou que serão realizados no fim do ano.

O Torneio de Wimbledon de 2020 foi cancelado por causa da pandemia do coronavírus, algo que não acontecia desde a Segunda Guerra Mundial. Outros grandes eventos foram adiados, como os Jogos Olímpicos de Tóquio (2021), Roland Garros (para setembro) e a Eurocopa de futebol (2021), são alguns exemplos.

Foto: Divulgação/Australian Open

Nenhum comentário:

Postar um comentário