Brasil derrota Argentina em Desafio de Luta Olímpica

A equipe brasileira venceu o Desafio Internacional de Luta entre Brasil x Argentina por 4 a 1, na noite da última segunda-feira (18/12) no Ginásio Poliesportivo do Riacho, em Contagem, Minas Gerais. 

As vitórias brasileiras foram de Joílson Júnior, Thais Oliveira, ambos com 19 anos; Caroline Soares e Giullia Penalber, ambas de 25. O resultado mostra a força da nova geração nacional que mira os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, mas também tem capacidade para brilhar em Paris 2024 e Los Angeles 2028. Confira um resumo das lutas:

Luta 1 – Caroline Soares x Claudia Cabrera
Caroline demonstrou a mesma garra e técnica do Pan-americano de Wresling 2017 em que foi medalha de bronze. A carioca dominou o combate desde o primeiro minuto de luta e aos poucos foi impondo a vantagem no placar até vencer por superioridade técnica 11 a 0.

Luta 2 – Phelipe dos Santos x Jorge Llano
Uma luta disputada até o último segundo. Jorge Llano conseguiu o primeiro e único triunfo argentino. No primeiro round, Llano conseguiu marcar primeiro e abrir 3 a 0. Em uma luta de recuperação, Phelipe descontou a vantagem, mas faltou tempo para virada. No fim, 3 a 2 para Llano.

Luta 3 – Thais Oliveira x Linda Machuca
Thais Oliveira, uma das principais promessas nacionais do wrestling feminino surpreendeu ao vencer ainda no primeiro round a revelação argentina Linda Machuca, ouro no Pan-americano cadete 2017. Thais não deu chances para Linda e venceu por Touche.

Luta 4 – Joílson Júnior x Augustin Destribats
Em um duelo de campeões pan-americanos Augustin e Joílson protagonizaram a melhor combate do Desafio. Joílson acordou febril e mesmo sem estar 100% decidiu competir. No primeiro round, Augustin abriu vantagem no placar. Mesmo debilitado Joílson conseguiu entrar na luta e virar o placar sobre o argentino. No fim, 12 a 7 para o brasileiro.


Luta 5 – Giullia Penalber x Stefania Ceballos
Com um resultado do Desafio já decidido Giullia Penalber entrou para enfrentar Stefania Ceballos. A brasileira lutou como se o Desafio estivesse 0 a 0, controlou a luta e venceu por touche ainda no primeiro round.

Foto: CBW


Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024 Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco! Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!
To Top