Campeonato Mundial de Canoagem Sprint e Paracanoagem - Dia 4

No quarto dia do Campeonato Mundial de Canoagem Sprint e Paracanoagem o brasileiro Isaquias Queiroz conquistou a medalha de bronze na categoria C1 1000, prova que foi vencida pelo favorito Sebastian Brendel, chegando a sua sétima medalha em campeonatos mundiais da modalidade. Outros brasileiros também tiveram destaque no dia, como Valdenice Conceição avançando para a final da C1 200 metros e a medalha de prata de Caio Ribeiro na paracanoagem.

Na final da C1 1000 metros, prova disputada em canoa, o trio formado por Sebastian Brendel, da Alemanha, Isaquias Queiroz e Martin Fuksa, da República Checa, entraram na água como grandes favoritos na prova e confirmaram o status. Já na largada Martin Fuksa saiu forte e tomou a dianteira, enquanto Sebastian em segundo lugar remava de forma tranquila. Isaquias em toda a prova oscilou entre terceiro e quinto lugar. Nos metros finais Sebastian Brendel imprimiu um ritmo forte de remadas e com o tempo de 3min50seg503 acabou deixando Fuksa para trás, enquanto Isaquias, em quarto lugar, adotou a mesma estratégia e quase na linha de chegada ultrapassou o italiano Carlo Tacchini, garantindo a medalha de bronze com a marca de 3min552seg542. Na cerimônia de entrega das medalhas o alemão Sebastian Brendel prestou uma homenagem ao filho recém-nascido do brasileiro Isaquias. Brendel subiu ao pódio com uma camisa escrita “Bem-vindo Sebastian Queiroz”, em inglês. Isaquias escolheu o nome de Sebastian para o filho em homenagem ao alemão.

Na segunda final brasileira do dia a dupla formada por Angela Aparecida e Andrea dos Santos chegou em sexto lugar na C2 200, com o tempo de 2min04seg104. Medalhas de ouro para a dupla canadense formada por Laurence Vincent-Lapoint e Katie Vincent, com 1min56seg752 que venceu a dupla russa formada por Olesia Romasenko e Irina Andreeva, com o tempo de 1min57seg264. O pódio foi completado por Kamila Bobr e Alena Nazdrova, da Bielorrússia.

Na K1 1000 metros o brasileiro Vagner Souta disputou a final B e chegou em sétimo lugar com o tempo de 3min32seg583. A prova foi vencida por Murray de Stewart, da Grã-Bretanha, com 3min32seg583. Na final A da categoria a vitória foi do alemão Tom Liebscher, campeão olímpico na K4 1000 metros na Rio 2016, com o tempo de 3min27seg754. A medalha de prata ficou com o português Fernando Pimenta, que no mundial de 2015 em Milão havia ficado com o bronze na prova. Completou o pódio o checo Josef Dostal, medalhista de prata no Rio.

A final da K2 500 metros foi conquistada pelas australianas Lisa Carrington e Ryan Caitlin com o tempo de 1min38seg687. A medalha de prata ficou com a forte e multi-medalhista dupla da Alemanha formada por Franziska Weber e Tina Dietze com 1min405seg582. Completou o pódio a dupla da Eslovênia, Spela Janic e Anja Osterman.

Os sérvios Marco Tomicevic e Milenko Zoric, que haviam ficado com a prata nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, venceram a prova do K2 1000 com o tempo de 3min08seg647. A disputa pela medalha de prata foi acirrada e definida apenas na chegada, com a dupla da Eslováquia, Peter Gelle e Adam Botek, levando a melhor sobre a dupla da casa, os checos Daniel Havel e Jakub Spicar, 3min10seg725 e 3min10seg853. A dupla da Alemanha que contava com o atual campeão olímpico da prova, Marcus Gross acabou apenas na quinta colocação.

Outra prova olímpica com final disputada na manhã de sábado foi a K1 500 metros feminina. Em final apertada a medalha de ouro ficou com a bielorrussa duas vezes medalhista olímpica na K4 500, Volha Khudzenka com o tempo de 1min48seg421 vencendo a australiana Lisa Carrington que fez 1min48seg710. O bronze ficou com a dinamarquesa Emma Jorgensen.

Também foram disputadas as finais de provas que não fazem parte do programa olímpico. Na C2 500 metros masculina, Ivan Shtyl e Viktor Melantev da Rússia ficaram com o ouro, Victor Mihalachi e Lonid Carp da Romênia ficaram com a prata e Sergiu Craciun e Nicolae Craciun da Itália ficaram com o bronze. A K2 200 metros masculino teve como campeões os húngaros Mark Balaska e Balazs Birkas.A prata ficou com os espanhóis Carlos Garrote e Cristian Toro e o bronze com os sérvios Neboisa Grujic e Marko Novakovic. A última categoria não-olímpica disputada foi a K2 1000 feminina, com a vitória das húngaras Erika Medveczky e Ramona Farkasdi. Medalha de prata para as alemãs Tabea Medert e Melanie Gebhardt e bronze para as polonesas Paulina Paszek e Justyna Iskrzycka.

Na parte da tarde foram disputadas mais semifinais com a participação de brasileiros. Na C2 1000 metros masculina, os atuais campeões mundiais e medalhistas de prata nas olimpíadas na prova, Isaquias Queiroz e Erlon Souza venceram sua bateria conseguindo avançar para a final. Na prova da C1 200 metros feminino, que também é olímpica, a brasileira Valdenice Conceição chegou em segundo lugar em sua bateria, atrás da polonesa Dorata Borowska e também assegurou passagem para a final da prova.

Entre as provas não olímpicas o Brasil assegurou uma vaga na final A da C2 200 metros masculina com Erlon Souza e Maico dos Santos, que chegaram em segundo na semifinal, atrás da dupla italiana. Eles tiveram que fazer a prova duas vezes, já que na primeira queimaram a largada. Na K1 200 metros masculina, Edson silva chegou apenas na quarta colocação na primeira bateria da semifinal e não conseguiu avançar para a final A e disputará a final B amanhã.

Também foram disputadas mais três finais da Paracanoagem, com mais um pódio brasileiro. Na categoria KL3 200 metros masculina, Caio ribeiro conquistou a medalha de prata com a marca de 39seg821, ficando atrás apenas do ucraniano Serhii Yemelianov com o tempo de 39seg632. O pódio foi completado pelo britânico Jonathan Young.

A KL1 200 metros foi vencida pela britânica Jeanette Chippington com 57seg382, com a russa Alexandra Dupik ficando com a prata e a chilena Katherine Wollerman com o bronze. A última final da Paracanoagem, VL 200 metros masculino, foi vencida pelo australiano Curtis McCgrath. A prata ficou com o polonês Markus Woboda e o bronze com o espanhol Javier Reja.


Para resultados completos clique aqui.

Foto: Divugação/CBC


0 Comentários