Brasil leva três ouros no primeiro dia de disputas do Pan-Americano de Judô - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil leva três ouros no primeiro dia de disputas do Pan-Americano de Judô

Compartilhe
Começou nesta sexta-feira (28) e vai até domingo (30), o Campeonato Panamericano de Judô que está sendo disputado no Panamá. A competição tem a presença de 200 atletas de 23 países, incluindo 18 brasileiros. No primeiro dia, tivemos disputas em quatro categorias no feminino e três no masculino e os brasileiros foram os grandes destaques do dia, conquistando 6 medalhas: 3 de ouro, 2 de prata e 1 de bronze.

Feminino:

Na categoria até 48 kg, a brasileira Stefannie Koyama estreou vencendo a cubana Vanesa Godines, no golden score por excesso de punições recebidas pela adversária, mas caiu nas semifinais para a mexicana Edna Carrillo, por um waza-ari. Na disputa pelo bronze, a brasileira se recuperou e venceu a argentina Keisy Perafan, por 3 waza-aris contra 1 e conquistou a primeira medalha brasileira do dia. 

O ouro ficou com a argentina Paula Pareto, campeã olímpica nos Jogos Olímpicos Rio 2016, que derrotou a mexicana Edna Carrillo, com um waza-ari, no golden score. O outro bronze ficou com a americana Katelyn Bouyssou. 

Na categoria até 52 kg, a brasileira Jessica Pereira conquistou o primeiro ouro do Brasil no feminino. Ela estreou vencendo a colombiana Sara Campino com um ippon em apenas 9 segundos de luta. Em seguida, venceu a argentina Abi Betsabe Cardozo por excesso de punições contra a argentina. Na semifinal, derrotou a americana Angelica Delgado, também por excesso de punições contra a adversária. E na final, venceu a mexicana Luz Olvera, com um waza-ari e um ippon, ficando com o título. As medalhas de bronze ficaram com a americana Angelica Delgado e a canadense Ecaterina Guica.

Duas brasileiras participaram da categoria até 57 kg. A campeã olímpica Rafaela Silva decepcionou e caiu logo em sua primeira luta para a cubana Anailys Dorvigny, no golden score por excesso de shidos contra a brasileira. A outra representante foi Tamires Crude, que venceu na primeira luta a mexicana Margarita Padilla, por ippon, mas caiu pra mesma cubana que derrotou Rafaela, sofrendo um waza-ari, no golden score. Ela foi pra repescagem, mas caiu na primeira luta para a panamenha Miryam Roper, sofrendo 2 waza-aris e um ippon.

A categoria teve final canadense e o ouro ficou com Jessica Klimkait, que venceu na final Catherine Beauchemin-Pinard, com um waza-ari. As medalhas de bronze ficaram com a americana Marti Malloy e a cubana Aliuska Ojeda.

Na categoria até 63 kg, a brasileira Yanka Pascoalino venceu na estreia Nadja Mercado, de Porto Rico, com um waza-ari, em seguida derrotou a canadense Stefanie Tremblay, com um ippom, após quase 3 minutos de golden score. Na semifinal, em luta também decidida no golden score, venceu a americana Hannah Martin, com um waza-ari, mas perdeu na final para a equatoriana Estefania Garcia, com um waza-ari sofrido no golden score. Com isso a brasileira ficou com a medalha de prata. As medalhas de bronze ficaram com a americana Hannah Martin e a venezuelana Anriquelis Barrios.

Masculino:

Na categoria até 60 kg, o brasileiro Eric Takabatake conquistou o primeiro ouro do Brasil no masculino. Estreou vencendo o venezuelano Hector Alvarado, com 2 waza-aris e um ippon. Na sequência, derrotou o colombiano John Futtinico com um waza-ari. Na semifinal, venceu o mexicano Cesar Ramos, com 2 waza-aris. E na final, venceu o equatoriano Lenin Preciado, com um waza-ari, conquistando o título. As medalhas de bronze ficaram para o cubano Yandry Torres e o americano Adonis Diaz

Na categoria até 66 kg, o brasileiro Daniel Cargnin acabou ficando com a medalha de prata. Na estreia, venceu o panamenho Ronal Gonzalez por ippon. Em seguida, venceu o chileno Juan Perez, por waza-ari. Na semifinal, venceu o venezuelano Ricardo Valderrama, por ippon. Mas perdeu na final para o cubano Osniel Solis, por 2 waza-aris a um. As medalhas de bronze ficaram com o mexicano Angel Hernandez e o peruano Juan Postigos.

Dois brasileiros participaram da categoria até 73 kg: Licoln Neves venceu a primeira luta para o venezuelano Sergio Mattey, com um waza-ari e um ippon, mas perdeu na segunda luta para o peruano Alonso Wong, com 3 shidos contra si. 

Em compensação, Eduardo Barbosa se destacou. Venceu na estreia o dominicano Lwilli Santana com um ippon, depois o mexicano David Tavera por excesso de shidos contra o mexicano. Na semifinal, derrotou o cubano Magdiel Estrada, com um waza-ari e conquistou o ouro vencendo na final o mexicano Eduardo Araujo, por excesso de shidos contra o mexicano. As medalhas de bronze ficaram com o cubano Magdiel Estrada e o americano Alexander Turner.  

Neste sábado (29) teremos o segundo dia de competições, com as categorias até 81 kg, 90 kg, 100 kg e acima de 100 kg no Masculino e as categorias até 70 kg, 78 kg e acima de 78 kg.


foto: Divulgação/CBJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário