Brasil volta a bater a República Dominicana em amistoso de vôlei feminino - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil volta a bater a República Dominicana em amistoso de vôlei feminino

Compartilhe
Foto: CBV



O Brasil voltou a vencer a República Dominicana, no domingo (29), em amistoso de vôlei feminino. O time comandado pelo treinador José Roberto Guimarães superou a equipe caribenha por 3 sets a 1 (25/16, 21/25, 25/16 e 25/14), em 1h56 de jogo, em São José dos Pinhais (PR). Na última sexta-feira (27), as brasileiras venceram o primeiro jogo contra as dominicanas por 3 sets a 0.

As centrais Fabiana e Carol foram as maiores pontuadoras entre as brasileiras, com 13 pontos cada. A ponteira Natália, com 11 e as atacantes Sheilla e Fê Garay, com nove cada, também pontuaram bem pelas donas da casa. Pelo lado da República Dominicana, a ponteira De La Cruz foi a maior pontuadora do duelo, com 17 acertos.

Para a bicampeã olímpica Sheilla, que começou o duelo deste domingo como titular, os confrontos foram importantes para o planejamento das brasileiras para a temporada.

“O nosso time está começando a crescer e pegar ritmo de jogo. Foram dois bons jogos. Caímos de produção no segundo set e sabemos que isso não pode acontecer. É o início da nossa preparação e temos muito ainda o que melhorar. Foi um bom teste e o apoio dos torcedores foi incrível. Estamos no caminho certo”, disse Sheilla.

A capitã do Brasil, Fabiana, parabenizou o grupo pelo bom desempenho nas partidas contra as caribenhas e agradeceu o carinho do público paranaense.

“Foi o primeiro passo e essas duas partidas ajudaram a dar ritmo de jogo ao grupo. Sabemos que é um ano que vamos precisar de todas as jogadoras. Sou apaixonada pelo o que faço e sentir o calor da torcida brasileira foi muito especial. Estamos com um grupo unido e todas se ajudando todo o tempo”, garantiu Fabiana.

O JOGO

Bem no saque, o Brasil começou melhor e fez 3/1. O time verde e amarelo foi para o primeiro tempo técnico com três de vantagem (8/5). A ponteira Natália conseguiu um ace e as donas da casa abriram cinco pontos (11/6). Quando o placar estava 13/7, o treinador da República Dominicana, Marcos Kwiek, pediu tempo. O Brasil seguiu melhor até o final da parcial e venceu o primeiro set por 25/16.

O Brasil continuou melhor no início do segundo set e fez 5/2. A República Dominicana cresceu de produção, mas o time verde e amarelo foi para o primeiro tempo técnico em vantagem (8/7). Numa boa sequência de saques da levantadora Marte, a República Dominicana abriu três pontos (11/8) e o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Bem nos contra-ataques, as caribenhas abriram cinco (15/10). A República Dominicana segurou uma reação do Brasil no final da parcial e levou a melhor no segundo set por 25/21.

A terceira parcial começou equilibrada. Com um ponto de bloqueio da central Fabiana, o Brasil fez 5/4. Quando o placar estava 7/4 para as donas da casa, o treinador da República Dominicana, Marco Kwiek, pediu tempo. Mesmo com a paralisação, o time verde e amarelo manteve o domínio da parcial e, numa bola de segunda da levantadora Dani Lins, fez 11/7. A central Carol conseguiu um ponto de bloqueio e o time da casa abriu cinco (19/14). O Brasil segurou a vantagem até o final e venceu a terceira parcial por 25/16.

O Brasil manteve o bom momento no início do quarto set e, com um ace da oposta Sheilla, fez 10/5. As brasileiras foram para o segundo tempo técnico com cinco de vantagem (16/11). O Brasil foi melhor até o final do jogo e fechou o set por 25/14 e o jogo por 3 sets a 1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário