Ginastas envolvidos na denúncia de racismo prestam esclarecimentos no STJD - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Ginastas envolvidos na denúncia de racismo prestam esclarecimentos no STJD

Compartilhe

Os ginastas envolvidos no caso de racismo na seleção de Ginástica Artística do Brasil prestaram esclarecimentos na última terça-feira (26), no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), sediado no Rio de Janeiro.

Arthur Nory, Fellipe Arakawa e Henrique Flores compareceram para prestar esclarecimentos e foram interrogados pelo auditor Felipe Bevilacqua sobre o caso. A vítima das "brincadeiras", Ãngelo Assumpção, também compareceu para falar sobre o caso.

Nory, Arakawa e Flores estão suspensos preventivamente das atividades da equipe nacional, deixaram os treinos da seleção no CT da Barra da Tijuca, perderam incentivos e bolsas por um período de 30 dias ou até decisão final sobre o caso.

Segundo o site Globoesporte.com, o auditor do STJD Felipe Bevilacqua disse que: "Foi importante para que eles dessem a versão deles. Meu papel é tentar contextualizar com o que eu já tenho de prova de vídeo e todo material. Somente a prova de vídeo pode ter várias interpretações."

A polêmica começou quando os ginastas acusados compartilharam um vídeo pelo Snapchat ironizando o ginasta Angelo Assumpção, dizendo que: "se o celular funciona é branco. Se estraga, é de que cor? O saquinho do supermercado é branco. E do lixo é preto".

Os envolvidos até tentaram minimizar o ocorrido dizendo que era brincadeira entre amigos, mas a repercussão negativa já tinha tomado maiores proporções.


Foto: Thales Soares/Globoesporte.com
Com informações de: Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário