Governo não reduzirá gastos com Olimpíadas e atletas


Mesmo em um período de crise econômica vivida no Brasil, o Ministério da Fazenda, responsável pelo orçamento e distribuição de gastos do governo, disse que não reduzirá gastos com a preparação para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, nem para o incentivo e preparação de atletas, desde os profissionais e que atuarão ano que vem até às categorias de base.

(Foto: Reuters)


Desde quando foi lançado o projeto para a realização dos jogos Rio 2016, o Governo Federal havia se comprometido na participação, bancando o projeto, juntamente com as outras esferas do poder, Estadual e Municipal.

Joaquim Levy, ministro da Fazenda, ratificou tal compromisso. Em reunião, o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, afirmou a manutenção do orçamento: “Não tem nenhuma previsão de corte nas verbas”.




Fonte: blogosfera.uol.com.br
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024 Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco! Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!
To Top