Judocas fazem "vaquinha" de R$ 5 mil para ajudar atleta após grave lesão

 Há uma semana, Tuany Siqueira viveu um drama no seu início de carreira. Na final do Grand Prix Interclubes feminino, em São José dos Campos (SP), a judoca de 21 anos de idade sofreu uma ruptura dos ligamentos do joelho direito ao ficar com a perna presa, durante a luta contra a cubana Idalys Ortiz, atual campeã olímpica e bicampeã mundial.

Preocupadas com a recuperação da atleta do Instituto Reação, as judocas Érika Miranda e Bárbara Timo, da seleção brasileira e que defenderam o Minas na competição, puseram em prática uma "vaquinha" virtual com o intuito de arrecadar R$ 5 mil para ajudar a carioca após as cirurgias necessárias.

A "vaquinha" foi criada na última terça-feira, dois dias depois da lesão de Tuany. Com menos de uma semana, já foram arrecadados quase R$ 4 mil. Enquanto a judoca não volta para casa - ela mora na Comunidade do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro - o Instituto Reação arca com todas as despesas médicas. A ideia da "vaquinha" é ajudar Tuany a se sustentar quando receber alta e enquanto não puder voltar aos treinos e às competições.

- Ela é bem humilde e esse dinheiro vai ser muito bom para ela. A gente criou a "vaquinha" primeiro sem falar com ela, mas ontem (sexta-feira) eu conversei com ela, ela agradeceu, ficou bem feliz pela nossa atitude. É claro que não vai tirar a dor e nada do que ela esteja sentido. É uma lesão que é muito difícil de acontecer e podia acontecer com qualquer uma. Isso tocou muito a gente, foi uma lesão muito grave. Mas estamos quase passando (dos cinco mil reais) e eu espero que passe e muito, para que a recuperação dela seja a melhor possível - disse, por telefone, Bárbara Timo.

No mesmo dia em que sofreu a lesão, Tuany foi operada em São José dos Campos (SP) e teve o joelho recolocado no lugar. Desde quarta-feira ela está internada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), no Rio de Janeiro, onde foi identificado também um edema na perna direita. Lá já recebeu a visita de familiares e amigos, como o ex-judoca Flávio Canto, apresentador da TV Globo e idealizador do Instituto Reação, projeto social com sede na Rocinha, na Zona Sul do Rio.

- Ela teve uma luxação no joelho, subentendesse uma lesão ligamentar importante. Ela fez uma avaliação vascular porque a lesão evoluiu com um edema na perna. Então ela passou por uma fasciotomia (corte da camada ou faixa fibrosa que envolve músculos e certos órgãos) para aliviar a pressão. Ela está com uma fixação externa e está com um curativo da fasciotomia - explicou o Dr. Naasson Cavanellas, coordenador hospitalar do Into e especialista em joelho.

Na próxima segunda-feira, Tuany vai ser avaliada pelo grupo de joelho do Into, podendo passar pela cirurgia de reconstrução dos ligamentos no final da semana, se for liberada pelo angiologista (especialista em vasos sanguíneos e linfáticos). Pela complexidade da lesão, o tratamento pode ser feito em dois tempos, ou seja, a judoca volta para casa após o primeiro procedimento e depois retorna ao hospital para uma nova cirurgia. Ainda não há previsão de quando a atleta poderá receber alta.

Confira algumas mensagens em apoio a Tuany:

- Nas finais do Grand Prix Interclubes feminino, no último domingo, a atleta Tuany Siqueira sofreu uma grave lesão em sua perna direita. Quem puder contribuir para que a Tuany consiga se restabelecer da melhor forma possível, é só clicar no link abaixo e ajudar como puder.
Obrigado!! - Leandro Guilheiro.

- Gente quem puder ajudar a nossa atleta Tuany Barbosa Siqueira qualquer ajuda será bem vinda para uma boa recuperação de uma guerreira vamo q vamo Deus no comando - Rafaela Silva.

- Galera, essa é a hora de nos unir e tentarmos ajudar de alguma forma a Tuany Barbosa Siqueira. Podem ajudar também através de depósito na conta dela, mensagem "inbox". Ajuda aeeeee - Bárbara Timo.

- O susto foi grande, o pensamento positivo de todos maior ainda! Força na recuperação, Tuany Siqueira!!!! - Flávio Canto.

Fonte: globoesporte.globo.com

0 Comentários