Após doping, Asafa promete voltar: "Tenho as Olimpíadas em 2016"







O mundo de Asafa Powell caiu no final de semana retrasado, quando o jamaicano, ex-recordista mundial dos 100m rasos, foi pego no doping ao lado do também velocista e americano Tyson Gay, além de Sherome Simpson e outros três atletas da Jamaica, chocando o mundo do atletismo. Hoje, Powell aguarda o resultado da amostra B, que pode confirmar o doping, mas garante que, caso isso aconteça, está determinado a voltar ao esporte para brilhar nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

Asafa, de 30 anos, testou positivo para oxilofrina, um estimulante proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada). Assim, foi suspenso provisoriamente e está fora do Mundial de Atletismo que acontece em agosto, em Moscou, na Rússia. Mesmo assim, frisa que não pensa em aposentadoria, pelo contrário.

"Eu nunca pensei sobre isso. Fiquei chocado com a notícia de que eu pararia. Eu tenho pensado muito na situação, mas nunca pensei em desistir" - frisa o atleta.

Mesmo suspenso, Powell segue treinando e caso a amostra B dê positivo e ele siga suspenso, espera voltar para brilhar em 2016, nas Olimpíadas no Rio de Janeiro.

"Eu ainda estou treinando. Eu considero esse ano uma folga, mas eu ainda estou trabalhando duro, indo para a academia todos os dias. É muito lamentável não estar no Mundial, mas há muito o que fazer ainda. Existe um campeonato mundial daqui a dois anos e em seguida, tenho uma Olimpíada em 2016. Portanto, há um monte de coisas para se olhar para a frente" - finalizou.

Fonte: Globoesporte.com
Foto: Reuters 

Postar um comentário

To Top