Veja como foi o encerramento do Troféu Maria Lenk 2013

Foto: Divulgação/CBDA
Provas muito fortes marcaram o encerramento do Troféu Maria Lenk 2013, na noite deste sábado, 27/04, no Parque Aquático Maria Lenk. João Gomes Júnior fez o melhor tempo do ranking mundial do ano nos 50m peito, 27s20, e três nadadores fazem abaixo do índice dos 100m livre: Marcelo Chieriguini, do Pinheiros; Nicolas Oliveira, do Minas Tênis; e Fernando Ernesto, do Corinthians.

O estilo peito há tempos que produz grandes disputas nas principais competições nacionais. Desta vez o protagonismo ficou com João Gomes Júnior, que nadou a final dos 50m peito em 27s20 e ultrapassou o tempo do italiano Mattia Pesce, feito no último dia 9/04, 27s32.

João, que entrou no grupo para o Mundial de Barcelona nos 100m peito (1m00s21), soma mais uma prova para nadar na competição da Federação Internacional, de 24 de julho a 4 de agosto.

- Só felicidade! Trabalhei bastante pra isso. Tenho que agradecer à minha família, ao clube Pinheiros, aos Correios… Agora é trabalhar mais. Trabalhar pra pegar uma medalha, ganhar a prova, quem sabe… Penso aos poucos. Pensar em ganhar é ótimo, mas tem um trabalho do dia-a-dia ainda. A gente tem que conquistar. Vou batalhar bastante pra isso – disse João.

O desempenho do atleta do Pinheiros nos 50m peito lhe deu o troféu de melhor índice técnico da competição. No feminino a taça foi para Etiene Medeiros, do Sesi/SP, pela prova de 50m costas (27s88). Os atletas mais eficientes, ou seja, que mais marcaram pontos pra seus clubes foram a holandesa do Minas Tênis Clube, Friederike Heemskerk (235) e Leonardo de Deus (118), do Corinthians.

Antes de João cair na água, outro atleta do Pinheiros levantou a arquibancada. Marcelo Chierighini provocou uma exclamação e admiração já na virada (22s82) e bateu em 48s11, segunda marca de 2013 (empatada com o americano Natan Adrian, só perdendo para o russo Vladmir Morozov – 47s93).

- Estou muito satisfeito. Foi bem melhor agora à tarde e os tempos para o revezamento também ficaram muito legais. Está todo mundo com muita garra e estou bem animado parta o “rev”! – disse.

Marcelo se empolgou com o 4x100m livre brasileiro porque o país tem agora um “problema bom”. Dois atletas estão empatados com 48s72, tempo abaixo de 49s e abaixo do índice do Mundial: Nicolas Oliveira, do Minas Tênis, e Fernando Ernesto, do Corinthians.

A CBDA ainda vai analisar como realizar o desempate para decidir quem será o segundo nome para a prova individual dos 100m livre, mas os tempos abrem boa perspectiva para um revezamento com boas chances para o país.

- Nunca fiquei numa situação como esta, mas não cabe a nós definir. O importante é que os dois fizeram a marca, os dois estão indo e espero que não seja preciso que os dois tenham que cair novamente na piscina, mas se precisar, a gente treina pra isso. Há um tempo o Brasil está deixando a desejar nesse 4x100m, que sempre foi uma prova forte pra nós e o importante é que podemos representar bem o país – disse Fernando.

O quarto nome da prova, até o momento, é Bruno Fratus (49s13), com tempo feito na abertura do 4x100m livre do Pinheiros. Caso permaneça nesta posição, Bruno e o técnico Arilson Silva ainda estão analisando a participação.

Leonardo de Deus também fez uma excelente prova à noite, com 1m57s77 nos 200m costas. Leo, do Corinthians, ficou perto da marca que lhe deu o ouro no Pan de Guadalajara 2011 (1m57s19) e deixou longe o índice para o Mundial (1m58s48).

- De manhã eu nadei mais tranquilo. Mudei minha vida e essa competição serviu pra ver que eu não estou morto. Estou bem pra chegar nesse Mundial com um trabalho novo e melhor do que nos outros anos. Fiz o meu dever de casa. Peguei meus índices. Os tempos não foram os meus melhores, mas chegaram perto. Então por toda a mudança que fiz esse ano, os resultados mostram que estou no lugar certo, que fiz a opção certa. Estou adorando o Corinthians e tenho certeza que vou muito longe estando por lá – afirmou Leonardo.
 
Minas campeão pela 9ª vez - O Fiat/Minas Tênis Clube liderou de ponta a ponta, somou 2245,50 pontos e sagrou-se campeão do 53º Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu Maria Lenk 2013. O clube é o terceiro maior vencedor da história da competição, pois empatados no primeiro posto estão Flamengo e Pinheiros, com 13 títulos cada.

Tradicional celeiro de bons nadadores, o Minas Tênis não joga apenas com o nome para seguir entre as melhores agremiações esportivas do país. O clube investe em tecnologia, profissionais e em uma equipe capaz de brigar pelas primeiras posições.

O primeiro título do clube aconteceu em 1997, nadando em casa. Depois dos anos 80 dominados pelo Flamengo, o clube de Belo Horizonte passou toda a década seguinte revezando no topo com o Pinheiros, que nesta edição ficou com o segundo posto, com 1757,50 pontos. Completa a lista dos três primeiros de 2013, o Corinthians (1462.50), que tem três títulos seguidos na década de 60 (64, 65 e 66).

Este ano, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos estreia o grupo de ‘Clubes Top 10’, onde os três primeiros ganham troféus e os outros sete colocados ganham diplomas especiais por integrar o grupo dos 10 melhores do país. São eles: Unisanta (880), Sesi/SP (825), Grêmio Náutico União/RS (646,50), Fluminense (636), Botafogo (388), Curitibano (259) e Praia Clube/MG (188).

Na divisão por sexo, vitória do Minas no feminino, com 1301,50 pontos, seguido por Corinthians (736,50) e Sesi/SP (702). No masculino, o Pinheiros levou a melhor com 1092 pontos. Completaram o pódio dos homens, o Minas Tênis e o Corinthians, com 944 e 726 pontos, respectivamente.
 
Atletas com índices para o Mundial de Barcelona

Feminino

50m livre – Graciele Hermann (25s10)/ Alessandra Marchioro (25s17)
100m costas – Etiene Medeiros (1m01s00)
200m medley – Joanna Maranhão (2m14s29)
400m medley – Joanna Maranhão (4m43s70)

Masculino
50m livre – Cesar Cielo (21s58) / Marcelo Chierighini (21s88)
100m livre – Marcelo Chierighini (48s11)/ Nicolas Oliveira e Fernando Ernesto (48s72)
200m livre – Nicolas Oliveira (1m48s10)
50m costas – Daniel Orzechowski (24s68)
200m costas – Leonardo de Deus (1m57s77)
50m peito – João Gomes Jr (27s20)
100m peito – João Gomes Junior (1m00s21) / Felipe Lima (1m00s23)
200m medley – Henrique Rodrigues (1m57s37) / Thiago Pereira (1m57s48)
400m medley – Thiago Pereira (4m15s87)
50m borboleta – Nicholas Santos (23s05)
200m borboleta – Leonardo de Deus (1m56s85)

Atletas com índices para o Mundial Junior de Dubai 2013

Feminino
50m livre – Fernanda Delgado (26s15)
100m costas – Natalia de Luccas (1m02s47)
100m borboleta – Giovanna Diamante (1m01s78)
200m borboleta – Mariana Serrano Souza (2m17s92) / Giovanna Diamante (2m18s76) / Gabriela Mello (2m20s62)

Masculino
50m livre – Matheus Santana (22s79) / Jackson Candido (23s15)
100m livre – Matheus Santana (50s25) / Pedro Spajari (50s97)
200m livre – Luiz Altamir Melo (1m50s71) / Diego Stelzer (1m52s00) / João Pedro Cervone (1m52s75)
400m livre – Luiz Altamir Melo (3m55s74)/ Brandonn Almeida (3m57s20)/ Leonardo Castilho Santos (3m58s61)
1500m livre – Brandonn Almeida (15m31s52)
100m costas – Vitor Guaraldo (56s73) / Gustavo Louzada (56s95)
200m costas – Gustavo Louzada (2m03s65)/ Luiz Souza Vieira (2m03s04)
100m borboleta – Pedro Vieira (53s97)
200m borboleta- Luiz Altamir Melo (2m01s54) / Matheus Isidro (2m02s21)
100m peito – Pedro Cardona (1m02s82) / Felipe Monni (1m03s22) / Andreas Mickosz (1m03s32) / Gabriel Freitas (1m03s54)
200m peito – Arthur Pedroso (2m18s90) / Gabriel Freitas (2m19s13)
400m medley – Brandonn Almeida (4m25s93)

CBDA

Postar um comentário

To Top