O homem que colocou o Suriname no mapa Olímpico. - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

O homem que colocou o Suriname no mapa Olímpico.

Compartilhe
                                        Nesty recebendo a Medalha de Ouro


Anthony Nesty (SUR) nasceu em Trinidad e Tobago em 1967 e quando ele tinha nove meses de idade, sua familia se mudou para o Suriname, e ele começou a nadar quando tinha 5 anos de idade. Nesty competia e treinava no Suriname e na região do Caribe no começo de sua adolescência. Após ficar em 21º lugar nos 100 metros Borboleta nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984, Nesty entrou na Bolles School, nos EUA, um renomado local de treino da elite da natação mundial. Em 1987, nos Jogos Panamericanos de Indianapólis, ele ganhou a medalha de ouro nos 100m Borboleta e o bronze nos 200m Borboleta. Eram os indicios de que o feito maior estava pra vir no ano seguinte.
Então chegou 21 de Setembro de 1988, final dos 100m Borboleta. O favorito Matt Biondi (USA) lidera desde a largada. Faltando 10 metros para o fim da proba, ele ainda liderava a prova. Mas a medida que Biondi se aproximava da chegada, ele foi alcançando entre as braçadas e elegeu uma batida de perna a mais ao invés de uma braçada extra. Entretanto ele estava mais distante da chegada do que ele pensava e seu erro de calculo permitiu que Nesty o ultrapassasse.
Após o título, Nesty voltou ao Suriname como um Herói. Após deixar o aeroporto, sua condução foi parada por uma multidão em Onverwacht que insistia em lhe dar 3000 dólares. O Governo surinamenho lhe presenteou com um valor ainda maior. O estádio local foi renomeado com o seu nome e um selo foi lançado em sua homenagem, assim como moedas de ouro e prata. Nesty quebrou outro tabu, talvez o mais significativo, sendo o primeiro nadador negro a ganhar uma medalha Olímpica.



                                                      


Nenhum comentário:

Postar um comentário